Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Já combinaram com os russos?

1 de Março de 2011
Por: Samuel Kinoshita | Seção: Economia e Política | Tags: | 2 Comentários »

O próximo plano quinquenal chinês (2011-2015) deverá apresentar uma meta de crescimento de 7% ao ano, ante os 7,5% do plano anterior. A idéia é redirecionar suavemente a economia chinesa, aumentando a participação do consumo das famílias e reduzindo o peso das exportações e do investimento pesado. Este processo deveria diminuir o ímpeto por projetos apenas marginalmente desejáveis. Mas não é exatamente isso que parece estar ocorrendo.

ilustr_ja_combinaram_co_os_russos

Diversas fontes apontam a existência de deficiências na coordenação entre o governo central e as autoridades locais. Um exemplo, mencionado por Jamil Anderlini, do Financial Times, pode ser evidenciado na frenética construção de aeroportos. Dos atuais 175 aeroportos chineses, três quartos são deficitários e alguns sequer recebem voos. Mesmo assim, o plano é adicionar 45 novos aeroportos nos próximos cinco anos. Vários desses novos projetos ficarão a alguns minutos de carro de outros aeroportos já instalados. Com a concorrência dos trens de alta velocidade (que também andam vazios), fica difícil imaginar que exista a necessidade de todo esse investimento. O fato é que Beijing enfrenta enorme dificuldade em abortar os projetos encaminhados pelos influentes líderes locais.

Nesta competição francamente unidimensional, o administrador público que entrega um crescimento econômico superior ao das localidades concorrentes, acaba destacando-se perante os outros políticos e potencializando sua carreira. Isso sem falar na possibilidade de corrupção que as grandes obras acabam gerando. É muito difícil conter os líderes locais quando estes lucram tanto com um crescimento acentuado.

O mesmo sistema de incentivos que proporcionou um crescimento espetacular nos últimos trinta anos aparenta estar se tornando um empecilho ao necessário reajuste da economia chinesa. A pergunta que fica para os dirigentes centrais é a de Mané Garrincha: já combinaram com os russos?


2 Comentários para “Já combinaram com os russos?”

  1. naomi
    1  escreveu às 06:12 em 2 de Março de 2011:

    Ótima análise da China-2011, Samuel. Faz lembrar John Pomfret, "Caminhos da China", da China-1970-1990. Na época acho que eles combinavam tudo, sim, com os russos.

  2. Samuel Kinoshita
    2  escreveu às 06:55 em 2 de Março de 2011:

    Oi Naomi,

    muito obrigado pelo comentário e pela referência de leitura. Acredito que esteja surgindo um desalinhamento entre os incentivos de Beijing e dos administradores locais nesta nova fase do desenvolvimento chinês.


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: