Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Mudanças no Principal Empreendedor Imobiliário do Japão

9 de Março de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia | Tags: , , ,

O importante jornal econômico japonês Nikkei noticia mudanças importantes na Mori Building, o símbolo dos empreendimentos imobiliários do Japão. Empresa de cunho familiar, o atual presidente Minoru Mori, 76, convocou a imprensa para anunciar que o próximo presidente será Shingo Tsuji, 50, o primeiro fora da família que veio administrando esta grande empresa. Minoru Mori recomendou Shingo Tsuji, atual vice-presidente executivo, afirmando que nenhum membro da sua família é mais capaz que ele. Trata-se de um importante ponte de inflexão.

Muitas dezenas de prédios comerciais de Tóquio, principalmente no valorizado bairro de Toranomon, chamam-se Mori Building, seguido de um número. Mais recentemente, os grandes empreendimentos de desenvolvimento urbano na capital japonesa com o conceito de “Vertical Garden City”, envolvendo complexos como o conhecido Ark Hills and Roppongi Hills, são de iniciativa desta empresa. No exterior, Shangai World Financial Center também é de sua iniciativa.

minoru moriark hillsRoppongi Hills

Minoru Mori, Ark Hills e Roppongi Hills

A Mori Building veio financiando seus empreendimentos imobiliários com recursos próprios, e para evitar desequilíbrios depois da crise de 2008 chegou a vender alguns dos seus imóveis. Vem utilizando o mercado de capitais, tanto com a colocação de suas ações como de bonds, tendo como meta contar com 20% de recursos do mercado.

Além de locar muitos dos seus edifícios, a Mori Building veio desenvolvendo seus projetos de desenvolvimento urbano dentro da própria empresa, onde o novo presidente teve um papel importante. Estes complexos envolvem setores de escritórios, apartamentos de grande luxo, bem como shoppings centers de elevado padrão, contando com segmentos que atraem grandes públicos, com show e exposições. Além de muitos restaurantes voltados para clientes diferenciados.

Há uma verdadeira competição em Tóquio, principalmente para mostrar qual é o complexo considerado de mais elevado padrão e um novo com 52 andares está previsto para ficar pronto em Toranomon em 2014, para onde deverão ser transferidos os escritórios principais da Mori Building.

Como Tóquio é uma metrópole com espaço limitado, contando com elevado percentual de áreas verdes preservadas, estes complexos procuram composições criativas com o meio ambiente, proporcionando visões panorâmicas de toda a metrópole, tornando-se verdadeiras atrações internacionais.

Áreas como de Roppongi, famosas pelos estabelecimentos populares voltados para a vida noturna, com restaurantes e casas de show, passaram por uma valorização significativa e frequentadas pelos visitantes internacionais, que se misturam com a elite japonesa. São exemplos de projetos de land development dentro do espaço de uma metrópole, provocando uma contemporização inigualável, onde a Mori Building vem dando a sua contribuição.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: