Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Demanda de Produtos Nacionais na China

27 de Maio de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais | Tags: , , | 2 Comentários »

Como os norte-americanos lançaram a campanha “Buy Americans” (compre produtos americanos), as autoridades chinesas desenvolveram uma promoção para que o mercado local comprasse mais TV de telas planas produzidas pelas indústrias do país. Isto está fazendo com que produtores japoneses e coreanos percam parte do maior mercado mundial destes aparelhos. As coisas, segundo artigo do jornal japonês Nikkei, estão mudando rapidamente de modo que as entregas destas empresas chinesas superem os norte-americanos e dos europeus, tornando-se o maior mercado do mundo.

A dura política das autoridades chinesas para a compra de imóveis (estão exigindo uma entrada de 50 a 60% na compra do segundo apartamento) ajudou a reduzir, temporariamente, a demanda de televisões no começo deste mês de maio, mas está estimulando a demanda no setor rural, para compensá-la, com subsídios. Muitos chineses adquirem televisores de grande dimensão para usarem coletivamente nos seus edifícios. Eles estão proporcionando descontos significativos, de forma que os de 32 polegadas sejam vendidos por cerca de 300 dólares norte-americanos, quando no Brasil custa cerca mais de 800.

Nni20110527D27HH957105303

Os produtores chineses estão aumentando a sua participação no mercado enquanto os chamados 3 S (Sony, Sharp e Samsung) estão em queda acentuada. A Sony que tinha 8,5% do mercado em 2008 ficou com 5,0% em 2009, a Sharp que tinha 7,9% ficou com 4,7%, a Toshiba de 3,6% para 0,6% e a Hitachi teve que se retirar do mercado.

Agora os produtores chineses estão procurando ganhar mercado no exterior, enquanto os japoneses estão contratando terceiros chineses para se manter no mercado, visando preservar as suas posições no mercado mundial.

Lamentavelmente, tanto os norte-americanos como os chineses estão tentando aumentar o emprego de sua mão-de-obra, o que deve exigir também dos brasileiros a necessidade de pensar em preservar o seu mercado, mesmo que estas medidas não contribuam para o desenvolvimento da economia mundial.

Há que se pensar, infelizmente, numa campanha do tipo “comprem produtos brasileiros”.


2 Comentários para “Demanda de Produtos Nacionais na China”

  1. Jorge C. Pinto
    1  escreveu às 14:40 em 28 de Maio de 2011:

    Muito oportuno este artigo. Contudo, por curiosidade, o colunista Paulo saberia informar se os japoneses costumam ser patriotas na hora de comprar um produto (carro, televisão, cosmético etc.)?

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 15:12 em 28 de Maio de 2011:

    Caro Jorge C.Pinto,

    Os japoneses costumavam ser mais fieis à utilização de produtos do seu país, que tínham características mais adequadas às suas características, por exemplo, sua pele. No entanto, os jovens atuais não se prendem por estas qualidades, preferindo a funcionalidade e os preços.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: