Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Criação de Peixes no Mundo

18 de novembro de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , | 4 Comentários »

Um artigo publicado pelo jornal econômico Nikkei, do Japão, um dos maiores consumidores de pescados do mundo, informa que a FAO – Organização da ONU para Agricultura e Alimentação, divulgou a previsão que em 2012 estará havendo uma forte expansão da aquacultura, fazendo com que mais da metade do consumo mundial será abastecido pelos criadores de peixes nas fazendas especializadas para tanto, nos mares como nos rios.

Os relatórios divulgados informam que no ano 2000, 32,4 milhões de toneladas eram produzidos nas fazendas de criação dos peixes, passando a 57,2 milhões em 2010. E isto significa que 48% do consumo de produtos marinhos eram já atendidos pela aquacultura, acima dos 34% de uma década passada.

8DB69_2aquaculturapisci_paraibuna

Ainda que estimativas mais seguras não estejam sendo publicadas, informa-se que mais da metade do consumo mundial deverá ser atendida por estas fazendas de criação. A China é considerada a maior produtora mundial de peixes criados, estimando-se que em 2008 atendia 62% do fornecimento deste mercado mundial, com 32,74 milhões de toneladas. Os maiores países produtores eram da Ásia que, além da China, eram seguidos pela Índia, Vietnã e Indonésia, com o Japão aparecendo em 10º lugar. As carpas são cultivadas nestes países, mas são originárias de rios e lagos.

Recentemente, informa-se que a criação do salmão ganhou uma forte posição no Chile, e o atum passou a ser criado em diversos países, inclusive no Japão. Os camarões também estão sendo amplamente produzidos nos países asiáticos, bem como no Brasil, aproveitando as antigas salinas.

No Brasil, estão aumentando as produções de peixes fluviais, principalmente os amazônicos que começam a fazer parte da dieta normal, principalmente nos restaurantes. O cultivo de tilápias, de origem egípcia, como seus cruzamentos, os conhecidos Saint Peter, são bem aceitos nos mercados mundiais, e as trutas são criadas em águas mais frias. Todas estas produções ainda estão atendendo a uma demanda mais sofisticada, não se conhecendo projetos que atendam os consumidores mais populares, que ainda dependem dos cardumes produzidos nos mares, de forma natural, como os semelhantes às sardinhas.

Há um aumento da consciência mundial que os peixes propiciam alimentos saudáveis para os seres humanos, principalmente os habitantes dos grandes aglomerados urbanos, que enfrentam problemas circulatórios com o acúmulo de gorduras e colesteróis. Na medida em que sejam aperfeiçoadas as produções em criações, pode-se atingir uma elevada eficiência, pois os predadores naturais não terão acesso aos avelinos que lhes servem de alimentos.


4 Comentários para “Criação de Peixes no Mundo”

  1. Yoshio Hinata
    1  escreveu às 14:02 em 19 de novembro de 2011:

    Sr Yokota,
    Gostaria muito de saber, se as criações que cada vez mais se proliferam no mundo, são tão saudaveis como os naturais???
    Yoshio Hinata

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 09:55 em 20 de novembro de 2011:

    Caro Yoshio Hirata,

    As criações sempre exigem algo que é artificial, mas não existem informações sobre suas inconveniências. Se V. tomar os outros animais que utilizamos na alimentação, como os bovinos, suinos, aves etc. temos que admitir que todos eles eram, no início, criados naturalmente, e hoje são criados em grande escala recebendo vacinas e outros produtos para evitar uma série de doenças a que estão sujeitos.

    Paulo Yokota

  3. joao lara mesquita
    3  escreveu às 18:15 em 6 de fevereiro de 2015:

    A criação de peixes e crustáceos (especialmente o camarão) ainda está longe de ser resolvida. As fazendas poluem os mares, usam antibióticos para evitar doenças, podem provocar câncer, são um desastre ambiental em alguns países, inclusive o Brasil.
    Assistam este documentário que fiz no Nordeste e tirem suas conclusões:http://marsemfim.com.br/costa-brasileira-programa-26-a-carcinicultura-criacao-de-camaroes-em-cativeiro-no-ceara/#.VNUgx8ZatrI

  4. Paulo Yokota
    4  escreveu às 21:09 em 6 de fevereiro de 2015:

    Caro Joao Lara Mesquita,
    Recebemos noticias de alguns problemas, tanto no Brasil como no exterior. Agradecemos suas colaborações.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: