Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Lojas Estimulando a Criatividade Científica

11 de Março de 2012
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Economia, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , ,

Uma das lojas mais criativas no mundo encontra-se em Tóquio, no bairro elegante de Shibuya, e se chama Tokyu Hands, que é de uma rede e conta com outras unidades. É um prédio todo, de muitos andares, onde se encontram materiais para todos os tipos de trabalhos que podem ser executados pelos clientes, interessados em criatividade. Algumas lojas mais simples e similares no Brasil são do tipo “pegue e faça”, onde se vendem produtos que podem ser utilizados pelos consumidores para trabalhos manuais com madeiras e outros materiais. Agora, o Tokyu Hands inaugurou uma lanchonete onde muitos materiais ficam à disposição dos clientes para serem manipulados lá mesmo.

Desde jovens estudantes até idosos utilizam estes tipos de lojas, que contam com materiais para serem manipulados com criatividade. Desde sofisticados equipamentos eletrônicos até simples materiais como tecidos, madeiras, papéis e tudo que se possa imaginar, com amplas variedades para a feitura de criativos produtos, normalmente manuais. Encontram-se muitos que estimulam os clientes, e nas viagens à Tóquio sempre eu faço visitas a esta loja, que frequento há décadas, desde quando lá morei, e sempre encontro novos produtos que servem de bons presentes para serem usados pelos que me são gratos, com muita originalidade.

shop_imgk1855037539

É o tipo de loja agradável de ser percorrido com seções para diversas atividades, desde a cozinha, carpintaria, eletrônica, pinturas e manipulações dos mais variados tipos de papéis, onde jovens estudantes encontram os produtos que vão utilizar nos seus trabalhos escolares. Mas também artistas e artesãos, inclusive idosos aposentados.

Produtos que normalmente não são encontrados em outros estabelecimentos comerciais como papelarias, materiais de escritório e outros também são lá encontrados, com novidades como os que não se conhecem no Brasil ou outros países mesmo emergentes.

Agora, encontram-se espaços para a sua experimentação na própria loja, permitindo a montagem de pequenos robôs, ou outros produtos que são apreciados pelos que possuem aptidões criativas. O ambiente todo é muito estimulante, permitindo conhecer alternativas que nem sempre são conhecidas.

A notícia publicada no jornal econômico Nikkei informa que muitos produtos são próprios para projetos científicos, para todos os níveis de conhecimento, como a montagem de esqueletos de dinossauros, bem como materiais para simples decorações de ambientes.

Uma cliente que trabalha numa empresa de arquitetura informa que não são somente produtos para cientistas, mas materiais para produzirem vasos e outros acessórios de decoração. Os seus preços vão de produtos baratos até os mais custosos.

Uma cliente postou pelo Facebook para as suas amigas que ela usou o local para um lanche, e não se sentiu num laboratório, mas acho divertido. Esta loja especializada em hobby, melhoria das residências e estilo de vida, fica com todo o espaço tomado nos fins de semana, sendo difícil conseguir um lugar.

Muitas das mesas e gabinetes são feitos manualmente, com produtos já de segunda mão, mostrando que existem espaços para o reaproveitamento de materiais, novos ou usados.

São ideias que poderiam ser aproveitados em outros países para estimular a criatividade.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: