Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Adaptações da Educação Japonesa à Globalização

14 de Janeiro de 2013
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , ,

Este site vem constatando algumas dificuldades japonesas no seu processo de globalização, com as empresas japonesas enfrentando problemas com a compreensão adequada de culturas de países fora do Japão. O sistema educacional japonês vem procurando adotar medidas para a superação destas limitações. Dois artigos se referem a estes problemas, tanto no nível universitário como no primário. O jornal Yomiuri Shimbun, o de maior tiragem no mundo, relata a experiência do Ritsumeikan Asia Pacific University de Oita, no Japão, onde metade dos estudantes é de estrangeiros, e as aulas são dadas também em inglês. O suplemento Insight do Japan Today relata o caso de educação pré-primária de estrangeiros no Gyamboree Play & Music. São dois exemplos a serem observados.

No Ritsumeikan Asia Pacific University adota-se a filosofia da educação para compreensão mútua internacional e cerca de metade dos 5.600 alunos são estrangeiros provenientes de 80 diferentes países, de forma interagir com os estudantes japoneses. Esta escola mantém escritório em sete diferentes países, recrutando estudantes, e, como existem dificuldades com a língua japonesa, também oferecem cursos em inglês, de forma a poder competir com as dos Estados Unidos e da Europa.

Insight-Issue17-featuredThe_Yomiuri_Shimbun

Os professores nesta Universidade também são 50% estrangeiros, de forma que os estudantes tenham possibilidade de conhecer diferentes culturas e valores, esperando que com isto evitem conflitos internacionais, cujos potenciais são elevados no Pacífico.

Este tipo de esforço está ocorrendo também em outras universidades japonesas, e uma entidade oficial do Japão informa que havia mais de 138 mil estudantes estrangeiros em cursos de pós-graduação no Japão, sendo que somente na prestigiosa Universidade de Waseda havia quase 3.400 deles. A Ritsumeikan Asia Pacific University que foi criada mais recentemente, em 2.000, vem elevando rapidamente estes tipos de estudantes.

No que se refere ao Gymboree Play & Music, vem se promovendo a criatividade há mais de 30 anos, em 650 locais em 40 países, o que a torna líder mundial na educação na primeira infância. Destina-se aos filhos de estrangeiros que residem no Japão.

Utiliza-se muito a música, dança, jogos de movimento e de instrumentos, estimulando a criatividade das crianças. A arte é considerada uma forma para estimular a autoexpressão, sendo utilizado também o esporte, envolvendo familiares dos estudantes.

A longa experiência internacional veio desenvolvendo técnicas que permitem o aproveitamento seguro de todas as formas de expressão, oferecendo aos pais o que de melhor pode se desejar para os seus filhos.

Tudo isto vem demonstrando que se dispõe hoje no Japão de instituições que estão capacitando o país a se inserir no mundo globalizado, começando na infância e chegando aos níveis mais elevados da pós-graduação universitária, o que certamente terá grandes consequências no futuro.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: