Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Novas Mudanças no Carnaval Brasileiro

8 de Fevereiro de 2013
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , ,

O Carnaval brasileiro vem sofrendo uma sensível evolução ao longo do tempo. No início do século passado, era marcado por desfiles de automóveis, que poucos milionários possuíam, enquanto a população mais simples fantasiavam as crianças, principalmente, sendo realizado na rua. Com o tempo, passou a ser realizados nos salões, com bailes carnavalescos. Depois se desenvolveram os grandes desfiles como o do Rio de Janeiro, enquanto regionalmente havia diferenças, como em Recife ou Salvador. Agora, voltam a se multiplicar os blocos, tanto no Rio de Janeiro como em São Paulo, sendo que os bailes carnavalescos ficaram reduzidos.

Até para os paulistanos que acompanham estas mudanças, fica-se impressionado com a quantidade de blocos que se multiplicaram neste ano. A Folha de S.Paulo traz uma reportagem de autoria da Olívia Florência informando que cerca de quinze blocos estão programados nesta semana na capital paulista, sendo que muitos são combinados utilizando redes sociais pela internet, além do eficiente boca a boca, colhendo de surpresa os que somente acompanham os acontecimentos na cidade pelos jornais, rádios e televisão.

blocos-vila-madalena2carna

Blocos de Carnaval do Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro sempre existiram blocos que se tornaram famosos. Também em Recife, os blocos de frevo são famosos, e em Salvador, na Bahia, sempre foram considerados entre os mais animados, atraindo turistas brasileiros e estrangeiros, animados pelos famosos trios elétricos.

Os participantes destes blocos chegam a ser controlados, com a venda de uniformes que são vendidos a preços elevados, contando com cantores que se tornaram famosos ocupando os trios elétricos. Mas, em São Paulo, não havia estes que são mais informais, que acabaram ganhando a adesão de muitos participantes, quase de forma espontânea.

Eles se multiplicam por bairros, havendo concentrações no Centro como em alguns bairros mais boêmios como a Vila Madalena. Os que não estão informados acabam sendo surpreendidos por um movimento maior de automóveis ou simplesmente grupos de pessoas que estão se dirigindo para os locais de concentração.

Enquanto isto, os grandes desfiles acabaram sendo patrocinados, principalmente por cidades que visam divulgar os seus pontos de turismo, sendo que, neste ano, até a Alemanha patrocina uma escola de samba no Rio de Janeiro.

Os próprios desfiles vieram evoluindo ao longo do tempo, perdendo a espontaneidade, com os chamados carnavalescos organizando toda a escola, com ricos carros alegóricos. Mas muitos reclamam que os locais chamados Sambódromos estão se tornando centros de marketing, perdendo toda a participação popular.

De qualquer forma, pode-se afirmar que o Carnaval brasileiro continua sendo considerado por muitos o “maior espetáculo da terra”, atraindo turistas nacionais e estrangeiros, notadamente no Rio de Janeiro.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: