Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Hábitos Brasileiros no Japão Com Defasagens

6 de Março de 2013
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , ,

Todas as comunidades de estrangeiros que vivem em outros países acabam adotando, ainda que com algumas defasagens, costumes que fizeram sucesso nos seus países de origem. Os brasileiros que formam uma comunidade em torno de 200 mil pessoas no Japão, segundo matéria postada no site voltado para eles http://www.web-town.org/comunidade.php informa que os bailões sertanejos que parecem já ter passado do seu auge no Brasil, fazem sucesso no Japão, que acaba atraindo não somente brasileiros, mas alguns dos seus amigos e japoneses locais sempre interessados em novidade.

Esta tendência à cristalização da cultura dos imigrantes é constatada por diversas pesquisas em comunidades étnicas, reforçando suas características marcantes com mais ênfase do que no país de origem. Até hoje os concursos de karaokê, por exemplo, são populares no Brasil, principalmente entre os descendentes de imigrantes japoneses, mas envolvendo também os locais que não possuem esta característica. Entre os imigrantes de origem alemã são marcantes os festivais, como os de Santa Catarina, que envolvem o consumo de grandes volumes de cervejas, com uso de roupas características e músicas com fortes características da Baviera, no sul da Alemanha. Algo semelhante acontece originalmente com os descendentes de italianos na famosa festa da Igreja N.S. de Achiropita em São Paulo, mas que acabou sendo uma tradição dos paulistanos de todas as origens.

Assista ao vídeo sobre os bailes sertanejos pelo link: http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=GsRwDH4lD5w

oktoberfest-2010%20(14)achi

Oktoberfest e a tradicional festa da Achiropita, no Bixiga

Muitos jovens japoneses ficam impressionados com a alegria e a vida descontraída dos brasileiros acabando por aderir a estas novidades para eles. O mesmo acontece com os carnavais que se tornaram tradicional como o de Asakusa, que tem inclusive desfiles de escolas de samba. Os japoneses, regra geral, não possuem o mesmo gingado, mas sempre existem exceções, sendo que alguns vêm ao Rio de Janeiro para desfilar nas escolas tradicionais do Brasil.

Muitos destes costumes, como tendem a serem tradições culturais cristalizadas no tempo, não conseguem acompanhar as evoluções que se observam constantemente, mas acabam tendo algumas características locais que apresentam peculiaridades interessantes. Acaba fazendo parte do intercâmbio cultural nesse mundo cada vez mais globalizado.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: