Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Novo Papa Francisco e a Ásia

14 de Março de 2013
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias, webtown | Tags: , , ,

Surpreendendo a todos os chamados especialistas em Vaticano, o cardeal jesuíta argentino Jorge Mario Bergoglio acabou sendo eleito Papa, tendo escolhido o nome Francisco. Ele representa uma grande inovação na Igreja Católica Apostólica Romana, pois acaba sendo o primeiro sob diversas qualificações. É o primeiro Papa jesuíta, o primeiro Papa das Américas, o primeiro a escolher o nome Francisco, procurando corresponder ao anseio de renovações na Igreja Católica e marcando as características do seu pontificado. Existem dois renomados santos que levam o nome Francisco: o de Assis e o Xavier, o primeiro que apesar de ter nascido rico, optou pela pobreza e ficou ligado aos animais e ao meio ambiente, sendo que o segundo tem um forte relacionamento com a Ásia onde atuou como missionário evangelista, região do mundo onde muitos são seus adeptos, também caracterizado pela sua humildade.

As informações sobre os principais motivos que teriam levado em conta seus colegas cardiais para a sua escolha para Papa teriam sido a sua humildade e sobriedade, além do seu empenho na evangelização com nítida prioridade para os pobres, fugindo dos padrões que acabaram marcando o exagero do Vaticano, cujas características encontram-se em questão. A escolha do nome Francisco tem sua marca pessoal, que caracteriza a sua opção por uma vida franciscana que terá limites pela pompa que cerca o protocolo da nova posição de Papa, chefe da Igreja Católica que tem o status de Chefe de Estado. Informa-se que na Argentina, onde este filho de imigrante italiano nasceu, ele costumava preparar a sua própria comida e utilizar o transporte público, ainda que tivesse a posição de cardeal exercendo suas funções de bispo em Buenos Aires.

papafrancisco1sao-francisco-de-assissao-francisco-escrevendo

Papa Francisco e pinturas de São Francisco de Assis e São Francisco Xavier

Informa-se que o jesuíta espanhol Francisco de Jago y Azpilicueta, depois São Francisco Xavier, foi cofundador da Companhia de Jesus com Ignácio de Loyola, tendo partido para Goa, atualmente pertencente à Índia, em 1540 com missão evangelizadora, esteve em diversas localidades asiáticas como Málaga e Macau, inclusive no Japão entre 1549 a 1551 onde conseguiu converter muitos para o catolicismo, falecendo em 1552 quando retornava para a Índia.

O Japão conta com centenas de santos assim reconhecidos pela Igreja Católica, pois muitos dos que foram convertidos para o cristianismo foram perseguidos e crucificados pelos senhores feudais japoneses que entendiam que esta religião tinha objetivos políticos de dominação destas regiões, além de promoverem também o comércio. Estes convertidos não se consideravam dignos de morrerem como Jesus, e foram crucificados com suas cabeças para baixo, como ficou registrado em muitas pinturas dos sobreviventes em Macau.

Portanto, a escolha do nome Francisco pelo novo Papa tem profundos significados, sensibilizando muitos também na Ásia.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: