Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Picles Japonês Contra a Gripe

2 de Janeiro de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, Notícias, Saúde | Tags: , , ,

Um artigo publicado na revista científica Applied Microbiology da The Society for Applied Microbiology, no número de janeiro de 2014, com base nas pesquisas efetuadas por N. Waki, N.Yajima, H. Suganuma, B.M.Buddle, D.Luo, A.Heiser e T.Zheng, informa que conseguiram demonstrar que a administração oral da bactéria Lactobacillus brevis KB290 nos ratos aliviam os sintomas que se seguem as infecções do vírus influenza (gripe).

Eles informam que esta lactobacillus brevis KB 290 é encontrada no tradicional picles japonês conhecido como suguki, que nada mais é que um tipo de nabo. Ainda que a pesquisa tenha sido feito com ratos, todos sabem que muitos povos utilizam alimentos fermentados como este tipo de picles japonês, que, além de aumentar o poder nutritivo de muitos, podem ser benéficos para a saúde. Os testes com os seres humanos não foram ainda efetuados, mas como estes nabos em conserva são de uso comum na culinária japonesa, não costumando apresentar inconvenientes, tudo indica que pode ser uma solução adequada para a prevenção da gripe.

1388476337-0

Na culinária oriental, principalmente no Extremo Oriente, os alimentos são confundidos com os medicamentos, e ambos são utilizados para manter a saúde humana.

Na culinária japonesa são utilizados variados tipos de picles, sendo básico o de nabos de diversos tipos, inclusive suas folhas. As fermentações são feitas de formas mais leves até mais profundas, utilizando-se normalmente algum tipo de vinagre, sal, havendo casos de mais ingredientes nos produtos mais sofisticados. Inclusive nas produções caseiras.

Na culinária japonesa, muitos pratos são considerados petiscos, e a refeição em si costuma ser quando se consome o arroz, acompanhado de picles, e normalmente um missogiru, que é uma sopa de soja fermentada, muitas vezes com um peixe grelhado.

Existem picles que utilizam também as sobras do arroz fermentado utilizado na produção do saquê, sendo comum o uso de nabos e pepinos, além de outros legumes como cenouras, xuxu e muitas outras criações dos chefs de cozinha.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: