Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Baixo Desemprego Entre Idosos no Brasil

9 de Fevereiro de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , , ,

Existem alguns fenômenos demográficos no Brasil que diferem profundamente dos padrões encontrados em outros países. A Folha de S.Paulo divulga um artigo elaborado por Pedro Soares e outro por Lucas Sampaio mostrando que os idosos no Brasil contam com os mais baixos níveis de desemprego, diferindo totalmente dos problemas enfrentados por outros países. Os dados do IBGE coletados pelo Pnad – Pesquisa Nacional efetuada nos domicílios que abrangem 3.500 municípios mostram que no segundo trimestre de 2013, comparado com o do ano anterior, foi na faixa dos mais de 60 anos que o emprego mais cresceu, 6,8% ao ano, enquanto na faixa os dos jovens de 14 a 17 decresceu em 10,1% no mesmo período.

Muitas explicações mostram que o Brasil se encontrava em 2013 em pleno emprego, que começou a declinar ligeiramente no final para começo deste ano. Além de a população brasileira estar se tornando mais idosa, acompanhando o que acontece no resto do mundo, o mercado demanda incrivelmente pessoas mais experientes, ao lado de muitos que poderiam estar aposentados continuarem nos seus empregos, para não sofrerem queda nos seus rendimentos. No outro artigo, informa-se que rede de mercados procura idosos na missa atraindo-os para trabalharem nos seus estabelecimentos oferecendo como atrativo os planos de saúde. O objetivo seriam conseguir funcionários mais responsáveis, educados nos atendimentos.

140381166

Editoria de Arte/Folhapress

Um supermercado de Campinas, além dos anúncios, utiliza missa numa igreja solicitando ao padre que informe que está contratando, tendo coseguido açougueiros, caixas e empacotadeiras, controle do estoque e até funções administrativas, fazendo o mesmo em aulas de alongamento e caminhadas pelo centro, utilizando a rede interna da loja. Isto está se repetindo em algumas cidades da região, como Piracicaba, Limeira, Rio Claro e Cosmópolis.

A jornada de trabalho não é completa, havendo casos de 25 horas por semana, mas os salários pagos servem como complementações das aposentadorias, e um atrativo importante tem sido o oferecimento de planos de saúde, que acabam substituídos os que eram arcados por estes idosos.

Mesmo em São Paulo, observa-se que em muitos supermercados idosos estão auxiliando em algumas tarefas, como na ajuda do empacotamento das compras, bem como orientações para os fregueses. O que ressalta é o contraste com as informações vindas de outros países, inclusive desenvolvidos como os Estados Unidos, onde até trabalhadores de menos idade estão enfrentando dificuldades, ainda que os níveis salariais não sejam comparáveis.

Em que pesem críticas ao baixo crescimento da economia brasileira, parece que existem outros aspectos que precisam ser considerados, como a melhoria da distribuição de renda, que também é regional, levando o desenvolvimento para regiões que não contavam com o dinamismo atual, ou segmentos da sociedade que estavam marginalizadas dos benefícios da melhoria do padrão de vida da população.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: