Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Mudanças na Alimentação Escolar nos Estados Unidos

27 de Fevereiro de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Notícias, Saúde | Tags: , , ,

Esther Dyson é considerada uma investidora anjo concentrando-se nas iniciativas de sentido social nos países emergentes, participa dos conselhos de grandes organizações dispostas a apoiarem novos empreendimentos. Tendo participado recentemente do School Food Focus’s “National Gathering”, entusiasmou-se com desafios emocionantes e instigantes, segundo depoimento que expressou no artigo publicado pelo Project Syndicate. Nos Estados Unidos, desde 1946, a merenda escolar é subsidiada, e o foco inicial era dar um apoio aos agricultores para colocarem suas produções excedentes nestes programas sociais.

O programa foi sendo aperfeiçoado ao longo do tempo, e os estudantes passaram a contar com a merenda escolar por opção ou necessidade. Hoje, os que a recebem grátis ou subsidiadas chegam a 48% do total dos estudantes, atendendo cerca de 20 milhões de alunos, agora do café da manhã até o jantar, sendo parte importante da dieta das crianças. A nova legislação determina a melhor nutrição, proíbe bebidas açucaradas e doces, venda paralela de produtos com o menu principal (que eram fontes de recursos para os subsídios). Mas não especifica como o programa deve ser financiado, e servir uma refeição saudável por US$ 1,50 por criança é um desafio.

project syndicate

O programa apresenta o desafio de como conseguir parceiros e patrocinadores para continuar desenvolvendo o seu papel. A discussão se trava sobre como se forma a cadeia pelo qual os alimentos podem ser adquiridos, preparados e servidos dentro dos seus limites. Com salubridade e palatabilidade aceita pelos alunos, na sua grande escala, sem haver desperdício com a sua não aceitação.

As cadeias privadas de lanches transformaram a agricultura de todo o mundo, homogeneizando suas matérias primas. Nas escolas, também, os alimentos pré-embalados são agora considerados melhores que os preparados a mão. Mas exigem uma estrutura para tanto.

Existem treinamentos para atender a estes desafios, na grande escala das alimentações escolares. Como as grandes mudanças sociais para o consumo em massa, os alimentos mais saudáveis requerem tanto conhecimento como capacidade. As reciclagens vêm ganhando importância e os fornecedores estão aprendendo a vender alimentos saudáveis nas escolas, tecnologia que pode ser aproveitado também no mercado para os adultos.

Pode-se observar que nos mercados desenvolvidos verdadeiras revoluções estão ocorrendo, com o fornecimento de bons produtos e saudáveis, a preços razoáveis, mostrando que benefícios também estão sendo transferidos para atividades comerciais normais, multiplicando-se não só nas grandes metrópoles, como por todo o país, inclusive em escala internacional, permitindo intercâmbios entre os aperfeiçoamentos obtidos em diversos países.

Tudo isto mostra que também nos setores de atendimentos sociais podem se desenvolver conhecimentos especializados que permitem maior eficiência também nas atividades privadas.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: