Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Novos Avanços Nas Roupas Tecnológicas Baratas

20 de Fevereiro de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , , ,

Já sou usuários das roupas práticas e baratas vendidas pela Fast Retailing na sua rede mundial Uniqlo há décadas e que teve um avanço significativo com a sua linha Heattech, que proporciona uma redução de temperatura estimada em 30% no verão, e uma elevação do mesmo percentual no inverno. Ainda que as estações do ano sejam invertidas nos hemisférios norte e sul, exigindo uma defasagem de seis meses no Brasil com relação ao Japão. Agora, o Nikkei Asian Review publica um artigo redigido por Hideki Hayashi informando que novos avanços tecnológicos estão em andamento, numa cooperação da Toray Industries, que produz as fibras sintéticas utilizadas no Heattech, com a NTT, a maior organização japonesa de telecomunicações. Desenvolveu-se uma camisa com um sensor que transmite dados biológicos, como frequências cardíacas, para serem usados por esportistas e os que apresentam problemas de saúde que precisam ser acompanhados.

A nova camisa inteligente usa o novo material batizado hitoe, que significa uma camada, e o autor do artigo experimentou-a, sendo mais fina que o esperado e não desconfortável. A camisa tem uma espécie de mancha do tamanho de um cartão de crédito não sendo invasivo, pois a roupa é feita com fibra elástica que permite o movimento fácil do corpo. O material utilizado contém hitoe, que é uma nanofibra de poliéster revestida com resina de polímero altamente condutivo. Colada à pele, o material permite a medição precisa dos dados de saúde, mesmo com o suor. Usando um smartphone com um aplicativo específico, o jornalista obteve os dados de um eletrocardiograma bem como a frequência cardíaca, tudo transmitido sem fio. Pedalando uma bicicleta, observou o aumento dos seus batimentos cardíacos. Os pesquisadores informam que outros dados como ondas cerebrais poderão ser transmitidos brevemente.

KazuNikk

A camisa inteligente poderá transmitir os dados vitais em tempo real, para serem acompanhados pelos médicos que poderão tomar as medidas necessárias caso ocorra algum distúrbio. Mesmo no Japão, ainda será necessário aperfeiçoar as regulamentações para o pleno uso destas informações. Outros usos potenciais seriam as sugestões de exercícios e dietas diante da quantidade de calorias ingeridas, bem como sentimentos positivos ou negativos com relação a outras pessoas, observando-se as ondas celebrais.

Esta colaboração entre empresas começou com a sugestão do presidente da Toray, Sadayuki Sakakibara, no Keidanren – Federação das Organizações Econômicas, acabando por despertar o interesse da NTT – Nippon Telegraph and Telephone. Ele já tinha o relacionamento com a Fast Retailing pelo fornecimento das fibras para o Heattech.

O setor de fibras têxteis da Toray deve crescer 18% com relação ao ano anterior, no ano fiscal que deve se encerrar em março próximo no Japão. Investimentos estão programados para os próximos três anos fazendo com que estas fibras se tornem o principal foco desta indústria petroquímica. O setor de medicina e de telecomunicação será cuidado por uma empresa destacada, também representando um segmento relevante no Japão, onde os idosos são relativamente em maior número no mundo.

Nas tentativas de desenvolvimento do Japão, observa-se que se formam segmentos onde a cooperação entre grandes empresas se tornam necessárias para mercados potenciais importantes que são detectados. Acabam se tornando algo como um cluster, que podem proporcionar avanços tecnológicos aproveitando nichos de negócios de elevada eficiência e rentabilidade, que se espera que cheguem ao hemisfério sul com a brevidade possível, até para enfrentar as acentuadas variações climáticas, com o mínimo de consumo de energia.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: