Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Aproveitamento do Subsolo em Tóquio

13 de Abril de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , ,

Na maioria das economias no mundo utiliza-se a construção civil para ajudar a recuperar a economia. No Japão, além da constante renovação de edifícios que para o padrão brasileiro ainda seriam considerados relativamente novos, está se planejamento o maior aproveitamento do subsolo na região metropolitana de Tóquio. Eles estão projetando verdadeiras avenidas do tipo de Champs-Elysées em Paris, com arborizações e tudo o mais, no subsolo da Capital, como no túnel que vai de Tsukiji (famoso pelo consagrado mercado de peixe) até Toranomon, próximo ao setor governamental daquela cidade. O que até agora ia até 40 metros de profundidade, com alguns andares subterrâneos visando principalmente o sistema metroviário e todas as lojas que procuram aproveitar o grande fluxo de pessoas, agora estão indo mais abaixo, dentro do que o Escritório de Desenvolvimento Urbano da Região Metropolitana do governo japonês está coordenando.

Estas vias de transporte subterrâneas estão separadas somente por 30 centímetros por onde passam os sistemas elétricos, que estão operando em conjunto com as empresas de gás, água e telecomunicações que correm por galerias. Para os turistas que não conhecem que existe uma verdadeira cidade abaixo da superfície, cheias de lojas, restaurantes e os mais variados estabelecimentos para atender as necessidades de alimentação e bebidas da população. As estações de metrô costumam contar com vias diretas para as grandes lojas de departamento, bem como edifícios de escritórios onde trabalham milhares de pessoas.

clip_image001

at Tokyo Station in August 2009. | REUTERS

Nos dias de chuva ou intenso frio, a população utiliza estas vias subterrâneas que acabam sendo mais cômodas. Muitos que as utilizam cotidianamente conhecem todos os detalhes para os trajetos mais rápidos e confortáveis. Como muitas estações de metrô são longas e interligam muitas linhas, existem os que sabem quais os vagões que devem ser utilizados para que a transferência para outros exijam menos caminhadas, economizando tempo.

Existem pontos como próximo da Estação central de Tóquio onde existem cinco níveis diferentes de linhas de metrô, havendo muitas escadas rolantes para que estas mudanças exijam menores esforços. Novas linhas e mais estações estão sendo planejadas, sendo que todos estes espaços permitem uma ventilação adequada a temperaturas controladas, além de uso facilitado de todos os meios de comunicação.

Muitos bons restaurantes estão localizados nestes subterrâneos que apresentam os melhores pontos de venda, num país onde o espaço é extremamente valorizado. O sistema de metrô de Tóquio conta com 179 estações por onde circulam diariamente 6 milhões de passageiros. Controlam ainda outras 106 estações de trens suburbanos que transportam 2 milhões de passageiros por dia. Muitos destes sistemas são obsoletos demandando aproveitamentos mais eficientes no planejamento deste uso do subterrâneo.

Para os que se preocupam com possíveis efeitos de terremotos nestes subterrâneos, eles estão projetados com a máxima segurança possível, sendo que muitos abrigos desta natureza são recomendados para serem utilizados nas eventualidades destes tipos de acidentes geográficos.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: