Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Os Norte Americanos e a Copa do Mundo

5 de Abril de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , , | 2 Comentários »

Um artigo publicado no site da Bloomberg por Kavitha A. Davidson tenta entender porque os norte-americanos adquiriram cerca de 10% dos bilhetes até agora vendidos pela FIFA para a Copa do Mundo no Brasil neste ano. Dos quase 1,6 milhão dos vendidos, 65% foram adquiridos pelos brasileiros, mas os norte-americanos chegaram a próximo a 10%, seguido de longe pelos australianos, ingleses e colombianos. A surpresa é a baixa venda para os argentinos, possivelmente pela crise econômica por que passam. Como é sabido, o futebol que chamam de soccer não está entre os esportes mais populares nos Estados Unidos, sendo superado pelo futebol americano, pelo basquete e pelas competições automobilísticas. Mas sabem que no mundo é o futebol que mais atrai público, e os meios de comunicação, como a televisão, devem estar ajudando na sua divulgação.

Como é sabido, os Estados Unidos foram sorteados para o grupo chamado da morte na primeira fase da Copa do Mundo, composta também pela Alemanha, Portugal e Gana, não havendo muito otimismo entre os especialistas para passarem para a segunda fase. Mas os fãs que adquiriram até agora os bilhetes da FIFA parecem mais otimistas, sabendo-se que dois países entre os quatro serão classificados. Parada dura, pois muitos consideram que a Alemanha e Portugal são os favoritos, mas não se pode desprezar nem Gana e nem os Estados Unidos. As informações são que mesmo na África do Sul, quando os norte-americanos ainda não estavam tão bem, muitos foram fazer turismo naquele país.

alemanhaportugalestados unidosgana

Alemanha, Portugal, Estados Unidos e Gana compõem um grupo difícil

O artigo levanta algumas hipóteses que explicariam esta demanda por bilhetes. Os Estados Unidos são os mais populosos entre os que participam da Copa do Mundo, e, como são os mais privilegiados do ponto de vista econômico, é natural que muitos desejem visitar o Brasil, ainda que existam dúvidas sobre as providências para a preparação do evento do ponto de vista inclusive da segurança. Nos diversos eventos esportivos internacionais, os norte-americanos costumam estar presentes com um bom público, mesmo que não estejam bem em algumas modalidades esportivas.

Os fãs do futebol estão mais otimistas que os analistas sobre as chances dos Estados Unidos. Estão melhorando de qualidade, mostrando-se competitivos recentemente. Se não passarem para a segunda fase, podem torcer por alguns países como o México e a Colômbia com os quais possuem maior simpatia.

Outra hipótese aventada maldosamente pela jornalista é que os norte-americanos estariam entre os são atraídos pelo turismo sexual que deve ser combatido, mas também é uma triste realidade.


2 Comentários para “Os Norte Americanos e a Copa do Mundo”

  1. jul
    1  escreveu às 13:31 em 6 de Abril de 2014:

    Na verdade o futebol nos e Estados Unidos vem crescendo numa velocidade muito grande e já superou muitos dos esportes ditos como preferenciais daquele país. É questao de tempo para que o futebol tambem se torne o esporte principal no país como no resto do mundo.

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 15:49 em 6 de Abril de 2014:

    Caro Jul,

    Obrigado pela sua opinião.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: