Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Venda de Alimentos Preparados nas Lojas de Departamento

24 de Abril de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , ,

Quem teve a felicidade de conhecer os subsolos de muitas lojas de departamento do Japão pode concordar com Steve Trautlein, que escreveu um artigo à respeito para o The Japan Times. Dificilmente se encontra algo parecido no resto do mundo, pois se trata de um verdadeiro mercado de alimentos preparados, muitos na hora, com inúmeros balcões, para serem levados para as residências dos fregueses. Os turistas como os residentes nas grandes cidades japonesas se encantam com a quantidade e qualidade do que pode ser encontrado. E na proximidade do fim do expediente ocorre uma verdadeira liquidação, um fim de feira, pois, na sua grande maioria, não podem ser conservados para o dia seguinte. O autor denomina estes locais de depachika, uma abreviação como os japoneses costumam fazer de departamento e subsolo.

Visitei o Japão incontáveis vezes como morei em Tóquio por um bom período. Mesmo conhecendo outras metrópoles mundo afora, posso garantir que não se encontra algo parecido em outros lugares, mesmo nas inúmeras lojas de alimentos de centros como Nova Iorque, Londres ou Paris. Pode-se encontrar, praticamente, de tudo nestes subsolos das lojas de departamento do Japão. Desde saladas preparadas com mais de 30 ingredientes frescos como sofisticados pratos da culinária japonesa ou internacional, conservas, sobremesas de todos os tipos, doces japoneses, biscoitos, chocolates, pães e outros produtos industrializados, na sua grande maioria de pronto consumo. Mas também alguns ingredientes, muitos deles mais disponíveis em torno do mercado como de Tsukiji, o famoso mercado de peixes e frutos do mar de Tóquio, inclusive utensílios utilizados nas cozinhas, estes normalmente em outros andares.

clip_image001

RF1 is particularly renowned for its mixed salads, which are made fresh and sold by weight. | ROCK FIELD CO. The Japan Times

É verdade que no Japão parte das refeições caseiras era preparada nas residências pelas donas de casa. Mas, mesmo assim, sempre havia possibilidade de serem complementadas por pratos adquiridos nestas lojas de departamento, nem sempre baratos. Hoje, com o aumento das mulheres que possuem empregos fora de casa, cada vez mais se utilizam alimentos preparados ou semipreparados, normalmente de supermercados. Os das lojas de departamento são para ocasiões especiais.

Os japoneses prestigiam muito as grifes consagradas. É comum encontrarem balcões de empresas centenárias com os seus produtos mais conhecidos nestes locais. Muitos deles são utilizados para presentear, quando se faz uma visita, e sendo de lojas consagradas são atribuídas as devidas considerações. As embalagens são cuidadosas e contam com as melhores condições para a preservação adequada dos alimentos preparados.

O mesmo cuidado na apresentação dos pratos nos restaurantes ou nas residências são tomadas nestes alimentos vendidos nestas lojas, sabendo que o visual faz parte de um bom prato.

Estas atividades das vendas à varejo são consideradas importantes no Japão, e mesmo nos períodos recessivos os seus movimentos acusam menores flutuações que em outros setores. Fica evidente que existe um nível patrimonial elevado nos consumidores japoneses e existe uma parte da população de padrão mais elevada que, mesmo evitando a ostentação, sabe dar o devido valor aos produtos de mais alta qualidade.

O autor do artigo, por exemplo, informa que costuma fazer verdadeiros passeios por estas localidades, pois os seres humanos não conseguem se manter otimistas com a inundação de notícias desfavoráveis do mundo atual, mas certamente quando se trata de alimentação, por mais que sejam baratas, suas apresentações acabam sendo otimistas, sem o que não há condições de conseguir atrair os consumidores.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: