Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Crescimento do Emprego no Interior Brasileiro

12 de Maio de 2014
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , ,

Uma informação que não é uma surpresa para os que observam o que acontece no interior brasileiro, mas pode surpreender muitos analistas situados nos escritórios das grandes metrópoles, acaba de ser fornecido num artigo de Alicia Martins e Tainara Machado publicado no Valor Econômico. Ainda que o emprego formal tenha decrescido nas seis regiões metropolitanas brasileiras em quase 9% no primeiro trimestre deste ano, no restante do país aumentou em 22,6%. Os cálculos são do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas, com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED. Na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua – PNAD, que abrange 3 mil municípios, o desempenho do interior na criação de novas ocupações também tem sido mais favorável.

Havia uma discussão que a mudança de metodologia do IBGE poderia resultar em dados mais negativos e por isto estaria sendo postergado pelas autoridades. Estes dados devem proporcionar uma conclusão inversa. Deve-se entender que as atividades agropecuárias continuam suportando parte importante da economia brasileira, ampliando também os serviços no interior, com a ampliação da construção civil como instalação de muitos shoppings centers. Também alguns projetos industriais, inclusive da indústria automobilística, estão se instalando em cidades de menor porte, evitando problemas das grandes metrópoles.

valorkazuP

Gráficos publicados no Valor Econômico

Os depoimentos de alguns analistas constam do artigo para tentar interpretar estes dados. Os dados mostram que os crescimentos mais expressivos no interior estão ocorrendo nos serviços, na indústria de transformação e na construção civil. Nas regiões metropolitanas, observa-se uma tendência declinante ao longo do tempo.

Uma parte deste fenômeno pode estar relacionada com as definições das regiões metropolitanas mantidas fixas, quando elas estão se expandindo por outros municípios, como na Grande São Paulo. Muitas indústrias estão se localizando um pouco mais distantes dos grandes centros, tanto pelos preços mais baixos dos imóveis como maior disponibilidade de recursos humanos.

Em que pesem as críticas sobre as deficiências de infraestrutura, tanto de transportes como de comunicações, é preciso constatar que elas estão disponíveis nos Estados mais desenvolvidos fazendo com que muitas indústrias prefiram estar localizadas nas proximidades dos grandes eixos disponíveis no Brasil.

Há, portanto, que se fazer uma revisão do que seriam as regiões metropolitanas como o interior, e considerar amostras mais abrangentes, pois o processo de ocupação do verdadeiro interior também continua se processando, proporcionando condições de vida que são diversos do passado.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: