Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Ameixeiras no Japão

19 de Fevereiro de 2015
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Notícias | Tags: , , ,

No Japão, as estações do ano são extremamente importantes e as ameixeiras são as primeiras a anunciar que o inverno está findando, criando as expectativas com a chegada da primavera.

clip_image002

Uma foto que ilustra a matéria do The Yomiuri Shimbun, mostrando as ameixeiras da região de Atami

É evidente que a florada das cerejeiras é o mais importante símbolo da primavera japonesa, mas o surgimento das flores das ameixeiras (ume), ainda no meio da neve, é um dos primeiros sinais do fim do inverno e a próxima chegada da primavera, que sempre é uma grande alegria nas regiões onde o frio é rigoroso e longo.

Os primeiros botões do ume despertam sobre muitos japoneses um sentimento quase nostálgico, talvez um pouco romântico, de uma planta simples, mas valente num jardim japonês que ousa apresentar uma promessa de flores ainda sob intenso frio invernal, muitas vezes dominado pelas neves, onde o verde ainda é somente uma perspectiva.

O que o artigo publicado no The Yomiuri Shimbun mostra é um ângulo muito diferente, da região de Atami (onde existem muitas estações termais), na província de Shizuoka, com uma mata dominada pelas ameixeiras de variados tipos. Informa-se que existem 472 árvores de 59 variedades diferentes de ameixeiras japonesas, que vão das flores abundantes brancas, vermelhas e rosas, que já se encontra numa florada impressionante, que são mostradas na foto que ilustra o artigo. A formação foi fornecida pela Associação de Turismo de Atami.

Algumas das minhas lembranças pessoais de Atami são as melhores possíveis. Relativamente próxima de Tóquio, fui convidado uma vez para usar uma casa de hóspede de uma importante instituição financeira japonesa. Num estilo ocidental antigo, havia banhos de águas termais relaxantes, aos quais se seguia um jantar exclusivo, permitindo uma noite repousante.

Quando morava no Japão, havia uma família que tinha uma pequena e simpática casa em Atami, que é uma encosta que vem da região de Hakone até o litoral, com muitas estradas em curvas. Como tinha providenciado alguma carne australiana para um churrasco, todos os auxiliares das minhas amigas tiveram a gentileza de preparar algo que aparentava um piquenique no estilo japonês, com muitas iguarias da melhor qualidade. Tudo foi montado na rua em frente, que não tinha movimento.

É uma alegria saber que em Atami existem tantas ameixeiras, aparentando contar com mais flores dos que os usuais umes, que sempre compõem graciosamente um bom, mesmo pequeno, jardim japonês.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: