Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Ligeira Recuperação da Economia Japonesa

16 de Fevereiro de 2015
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , , , , | 2 Comentários »

Para uma economia que passou por um longo período de deflação e recessão, a do Japão comemora uma recuperação, ainda que muito modesta quando comparada com o que vem ocorrendo com seus vizinhos asiáticos.

clip_image002

Um dos gráficos ilustrativos do artigo publicado no site da Bloomberg.

Muitos jornais noticiam a ligeira recuperação da economia japonesa em 2014, mas enfatizam mais a volta da inflação, como no artigo escrito por Toru Fujita e publicado no site da Bloomberg, como pode ser notado no gráfico acima. O esforço efetuado parece ter se concentrado na volta da inflação, o que pode ter proporcionado um crescimento real muito modesto. Agora se concentra na tentativa de elevação do salário real para estimular a demanda local, o que não parece muito fácil numa economia que depende muito das pequenas e médias empresas, onde os salários estão sujeitos ao mercado e não das decisões das direções, como nas grandes empresas.

Ainda que estes resultados sejam modestos, bem abaixo dos esperados, estão sendo comemorados por muitos analistas, pois são os primeiros que ocorreram depois de longo período, devendo-se ao chamado Abeconomics provocado pelo Bank of Japan, ampliando os créditos em yens, inclusive para causar a sua desvalorização e recuperar algumas das exportações.

No The Japan Times, num artigo elaborado com base nas informações distribuídas pelas agências noticiosas AFP-JIJI, Reuters e Bloomberg, informa-se que a recuperação ocorreu no final do ano, esperando-se que neste ano a tendência seja mantida.

O yen desvalorizou-se 28% com relação ao dólar desde quando Shinzo Abe assumiu o poder. Uma parte da inflação ocorrida deve-se à elevação dos impostos de vendas, havendo necessidade de outra subida, que ainda não está programada, para controlar a expansão da dívida pública. Há que se procurar um equilíbrio com a recuperação da economia japonesa, que deve ser o alvo principal.

Tudo isto indica como é difícil o exercício da política econômica, que depende também do que vem ocorrendo em outros países, lembrando os brasileiros da necessidade de considerar a inserção na economia global.


2 Comentários para “Ligeira Recuperação da Economia Japonesa”

  1. Tiklos Greek
    1  escreveu às 01:08 em 17 de Fevereiro de 2015:

    Não entende nada ou quase nada de economia, mas noto um aumento substancial nos preços dos produtos de primeiro necessidade. O custo de vida subiu e está em patamares maiores do que o esperado. Pelo menos é o que ouço no cotidiano. Não acredito num aumento de salários, principalmente porque as empresas estão basicamente alicerçadas em trabalhadores temporários. Se houver aumento, será apenas para os funcionários efetivos e acho não surtirá muito efeito.

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 23:09 em 18 de Fevereiro de 2015:

    Tiklos Greek,
    As autoridades japonesas perseguem uma inflação de dois por cento ao ano, que sempre apresenta diferenças para cada família consumidora. Com o aumento do imposto de vendas e a desvalorização do câmbio, a tendência é para a elevação dos preços. Quanto aos salários, V. tem razão, somente os funcionários de grandes empresas poderão ter aumentos, não sendo para todos.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: