Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

3G Capital dos Brasileiros Ampliam Atividades no Exterior

25 de Março de 2015
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , ,

Meios de comunicação importantes em assuntos empresariais, como o The Wall Street Journal e o site da Bloomberg, informam sobre a intensificação das operações conjuntas da 3G Capital, de brasileiros, com a Berkshire Hathaway, do megainvestidor Warren Buffett, agora na aquisição do controle da Kraft, para mesclar com a Heinz.

clip_image001clip_image002

As notícias das negociações que já constavam do The Wall Street Journal foram confirmadas pelos anúncios divulgados pelo site da Bloomberg. A 3G Capital, pertencente aos brasileiros Jorge Paulo Lemann, Marcel Telles e Carlos Alberto Sucupira, aprofundou a parceria com a Berkeshire Hathawai, do megainvestidor Warren Buffett, para em conjunto controlarem a gigantesca Kraft Foods, que passa por problemas de gestão, o que foi feito por intermédio da Heinz.

Estas atividades de escala mundial têm pouca importância relativa no Brasil onde também estão presentes, devendo ser considerada de empresas globalizadas e mundiais. Os brasileiros já atuam em escala mundial com cervejas e outras bebidas, por intermédio da AB Inbev, e agora adquirem importância no setor de alimentos, com variados produtos que vão de queijos como a Philadelphia Cream Cheese até diversos tipos de conhecidos ketchups. Também estão presentes em outros segmentos, como o de hambúrger e de refrigerantes. A gama de produtos envolvidos tende a se ampliar, ainda que os mesmos não tenham importância no uso de produtos brasileiros como ingredientes.

Na realidade, os setores visados envolvem consumos de massa, contando com necessidades logísticas para chegarem aos consumidores por intermédio de varejistas. As experiências com as cervejas podem proporcionar algumas sinergias, principalmente quando as operações são em escala mundial. Mas as atividades no Brasil parecem de importância limitada, ainda que apresentem potencialidades de expansão, mesmo considerando que outros mercados apresentem melhores possibilidades de elevação de suas rentabilidades. Deve-se entender que sejam operações de fusões e incorporações eminentemente do mercado acionário.

Muitas mudanças estão ocorrendo nos hábitos alimentares com os jovens procurando produtos mais saudáveis, com ingredientes naturais e orgânicos e as empresas necessiam se adaptar a estas alterações. Warren Buffett investe em marcas consagradas e os brasileiros estão ficando conhecidos pelas suas habilidades de contenção dos custos utilizando equipes de executivos.

As empresas que estão sendo alvos destas aquisições passam por problemas de gestão e as operações contam com grandes empresas de conhecidos consultores financeiros como jurídicos proporcionando aos acionistas vantagens adicionais aos que conseguem atualmente, utilizando a fama destes investidores envolvidos.

O que parece ser uma característica é que estes investidores operam com horizontes de longo prazo, exigindo eficiências empresariais nas suas operações.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: