Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Exportação de Frutas do São Francisco Estimulado pelo Dólar

3 de Fevereiro de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias | Tags: , ,

imageCom o dólar norte-americano no nível de R$ 4,00, as exportações de frutas irrigadas do Vale do São Francisco, como da região de Petrolina, acabam sendo interessantes, e está aumentando, conforme artigo elaborado por Marina Falcão e publicado no Valor Econômico.

Produção de uva irrigada em Petrolina para exportação

O artigo informa que os produtores da região de Petrolina estão se preparando para promover a exportação entre os meses de agosto a novembro deste ano, mas terão que recuperar os antigos importadores e as suas redes de distribuição na Europa, muitos deles controlados pelos israelenses.

Além das uvas, também as mangas produzidas ao longo do Rio São Francisco, desde Minas Gerais, Pernambuco, Alagoas, Bahia e Sergipe, estariam em condições de promover as exportações que são efetuadas com o uso de aviões cargueiros. Com a desvalorização cambial que veio ocorrendo recentemente, o Brasil volta a se tornar competitivo nestas exportações de frutas.

image

Mangas do Vale de São Francisco para exportações

Certamente, existem possibilidades também para o mercado norte-americano, controlado pelos colombianos, que acaba sendo favorecido pelos períodos que são diferenciados nas suas safras no hemisfério norte. Aqueles que consumiram estes produtos naquelas regiões sabem que os brasileiros são superiores em qualidade, notadamente no sabor.

Os que conhecem estas produções sabem que a uva, principalmente, pode ter a sua colheita calibrada para este período conveniente, com as podas programadas, pois a maturação das uvas ocorre num período certo depois das mesmas.

Também as mangas brasileiras são competitivas, mas as consumidas na Europa e nos Estados Unidos acabam sendo de dimensões menores dos que os voltados para o mercado interno.

Todas estas frutas são embarcadas das regiões de produção para os consumidores com as devidas antecedências, sendo que para o mercado interno em caminhões, e para o exterior em aviões cargueiros. Chegam aos períodos adequados para os seus consumos, sendo que os brasileiros preferem as frutas bem maduras, enquanto no exterior alguns dias antes.

Com os problemas de águas para irrigação como está acontecendo na Califórnia às produções brasileiros do Vale do São Francisco se tornam extremamente importantes. Outras frutas, com as variedades adequadas, também podem ser voltadas para as exportações, tendo o Brasil condições para competir com outros países fornecedores do sul da Europa, África, América Central e Sul, com produtos certamente superiores em qualidade e sabor, gerando divisas importantes, como criando empregos adicionais.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: