Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Mundo Científico Impressionado com os Dados da NASA

14 de Março de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , , , | 2 Comentários »

Nenhum especialista no mundo esperava que os dados do aquecimento global estivessem tão dramáticos, mas o salto registrado mostra uma emergência mundial.

clip_image002[1]

Monthly mean global temperature anomalies since 1996. The black line denotes meteorological stations while the red line are the land-ocean temperature index, according to Hansen et al. (2010).  (NASA/GISS)

Um artigo publicado por Damian Carrington e Michael Slezak no The Guardian informa que os dados esmagaram o registro de um século, e os cientistas que não costumam destacar os índices de um só mês se mostram chocados. Alertam para uma emergência climática. As margens anteriores num mês tinha sido de 1,15 ºC e agora chegaram a 1,35 ºC. Alguns cientistas afirmam que a NASA lançou uma bomba com este relatório.

A meta estabelecida em Paris no ano passado de aquecimento de 2 ºC acaba parecendo ridícula, pois poderá ser superada rapidamente. Há uma unanimidade entre os cientistas chocados por estes dados. Além do efeito do El Niño, todos atribuem a responsabilidade pelas emissões de gases de efeito estufa, sem sombra de dúvidas.

Houve um recorde de redução dos gelos no Ártico e o lançamento do dióxido de carbono em 2015 foi demolidor. Entre os cientistas consultados pelo The Guardian, estão Jeff Masters e Bob Henson, do site Weather Underground. A UK Met Office espera um novo recorde em 2016, numa sequência de três anos de recordes superados.

O professor Gavin Schmidt, do Instituto Goddard da NASA para Estudos Especiais (GISS,) se mostrou impressionado. Bob Ward, do Instituto de Pesquisas Granthan sobre Mudanças Climáticas da London School of Economics, notou que cada um dos últimos cinco meses foram os mais altos no mundo, com relação aos meses anteriores.

O professor Stefan Rahmstorf, do Instituto Potsdam de Pesquisa do Impacto Climático na Alemanha, afirma que estes fatos são sem precedentes. Portanto, entre os cientistas europeus existe uma unanimidade.

Os brasileiros estão sentindo na pele os efeitos destes aquecimentos globais, tanto com as irregularidades climáticas como os sucessivos desastres a que estão ficando sujeitos, mesmo não sendo dados científicos sistematizados.


2 Comentários para “Mundo Científico Impressionado com os Dados da NASA”

  1. albano
    1  escreveu às 16:45 em 15 de Março de 2016:

    Os climatologistas estão preocupados com o efeito estufa relacionado às emissões de gases de petróleo dos processos de exploração e beneficiamento do mesmo.
    No Brasil, a ANP está estimulando o uso do gás natural do petróleo oriundo da exploração e produção, para o uso na geração de energia. Este gás – que representa volume considerável – até recentemente era todo lançado na atmosfera. Mas temos um longo caminho a percorrer. Considerando o fator tempo – no caso – a velocidade da implantação dos sistemas para minimizar os impactos atmosféricos desses gases – tem que ser acelerada.

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 10:44 em 17 de Março de 2016:

    Caro Albano,

    Obrigado pelo comentário. Acredito que o uso do gás natural é menos prejudicial do que uso de derivados de petróleo como combustíveis.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: