Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Sempre os Brócolis na Alimentação Humana

22 de Março de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

Mesmo sem comprovações científicas, as informações dos nutricionistas sugeriam que os brócolis continham elementos considerados favoráveis para a saúde humana. Agora parecem existir pesquisas ainda preliminares sugerindo que a arteriosclerose pode ser retardada e até revertida com o consumo dos brócolis.

clip_image002clip_image003

Brócolis tradicionais                                                 Brócolis que chamam de ninja

Um artigo publicado por Ann Lukits no The Wall Street Journal informa que os brócolis sempre foram associados a listas de benefícios para a saúde, como a redução de câncer e a osteoporose. Um novo estudo efetuado pelo Experimental Biology and Medicine descobriu que uma dieta rica em colesterol combinado com suplementos contendo sulforafano, um composto natural em vegetais crucíferos, como brócolis e couve de Bruxelas, reduz significativamente os níveis de LDL, o chamado mau colesterol. Os experimentos foram efetuados ainda em animais, como coelhos, tendo melhorado a função dos vasos sanguíneos.

Para quem aprecia os brócolis a notícia é muito bem-vinda, mas existem pessoas que evitam consumir estes vegetais. O sulforafano já era conhecido pela propriedade de desencadear várias enzimas que protegem contra oxidativo ou estresse ambiental e reduzir a inflamação.

A pesquisa recente envolveu grupos de coelhos que foram tratados de formas diferentes de dietas. O tratamento com sulforafano diminuiu o colesterol total, triglicérides e o LDL em 43%, 70% e 40%, comparado com outro grupo. Também aumentou o HDL, chamado de colesterol bom, acima do normal. Depois de quatro semanas, a PCR ou proteína C-reativa, um marcador de inflamação sistêmica, diminuiu significativamente.

As pesquisas efetuadas foram restritas aos animais não tendo sido aplicado em humanos, não havendo ainda indicações sobre as dosagens adequadas. Mas as pesquisas deverão ter continuidade em outros centros, havendo esperanças promissoras de resultados.

Pelo que se sabe, os consumidores habituais de brócolis não têm se queixado de inconveniências, mas os dados das pesquisas ainda não podem ser considerados conhecimentos científicos comprovados para os seres humanos. Também não existem informações sobre as variedades dos brócolis que foram utilizados nas pesquisas, havendo possibilidade de diferenças entre as disponíveis.

Particularmente, tenho preferência pelos brócolis tradicional que parece ter um melhor sabor, tomando-se o cuidado dos primeiros cortes, pois suas produções ocorrem várias vezes aproveitando as mesmas plantas, sendo que suas fibras tendem ir endurecendo exageradamente com o tempo. Também procuro os brócolis cujo plantio não utiliza agrotóxicos, bem como fertilizantes químicos, preocupando-me com os produtores, pois nem todos são controlados.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: