Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Sergio Moro Quase Reconhece Sua Culpa Com as Críticas

6 de Março de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , ,

moroA Folha de S.Paulo publica no seu site um artigo de Leandro Colon e Valdo Cruz informando a nota divulgada pelo juiz Sergio Moro de a condução coercitiva não significa uma antecipação da culpa de Lula.

O juiz federal Sergio Moro, que conduz os processos da Lava Jato na primeira instância

Como muitos analistas, o governo avaliou que a nota do juiz é um reconhecimento que ele errou a mão, tendo tomado uma decisão sem fundamento jurídico e totalmente arbitrário. Se ele desejava evitar constrangimentos a Lula da Silva, desencadeou um processo cujas consequências são difíceis de serem antecipadas.

A nota consta de somente cinco linhas e afirma que cuidados foram tomados para preservar a imagem do ex-presidente durante a diligência. "Lamenta-se que as diligências tenham levado a pontuais confrontos em manifestação políticas inflamadas, com agressões a inocentes, exatamente o que se pretendia evitar".

Também é difícil avaliar-se se a nota terá o efeito de evitar-se o aprofundamento das divergências perigosas que existem no Brasil entre os que se posicionam contra o governo petista e os que os apoiam. Na realidade, parece que decisões tão importantes deveriam ser respaldadas por consultas entre membros do Judiciário, não dependendo somente de uma decisão individual de um juiz regional que está exageradamente envolvido com a missão de acabar com a corrupção no país. O que está em jogo é muito importante e também não deve sofrer retrocessos, mas exige o cumprimento rigoroso da legislação existente.

Evitar uma radicalização maior é uma tarefa que exige a participação ampla de todos os brasileiros sensatos, pois já existem dificuldades demais para o Brasil, devendo-se evitar agravamentos adicionais.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: