Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Conhecimentos de Genoma Ajudam o Trigo Sarraceno

19 de Abril de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

clip_image002Muitos produtos agrícolas estão sendo beneficiados pela ampliação dos conhecimentos do genoma, permitindo o plantio de novas variedades que evitam variados problemas como os de alergias.

O sobá, macarrão produzido com o trigo sarraceno, muito apreciado pelos japoneses e outros asiáticos

Entre os diversos tipos de macarrão consumidos pelos japoneses e outros orientais, o sobá, preparado com o trigo sarraceno, é muito apreciado, para ser consumido quente no inverno e frio no verão, sendo muito saudável. Mas existem pessoas que são alérgicas ao glúten, não podendo consumi-los. Agora, com os conhecimentos de genoma, estão sendo identificados os gens que provocam estes problemas, permitindo o plantio de novas variedades, para evitar estes problemas.

A descoberta foi anunciada pelos pesquisadores da Universidade de Kyoto, que vêm avançando nos domínios dos conhecimentos de genoma e identificaram os gens causadores das reações alérgicas. O assunto foi divulgado na publicação científica DNA Research de 31 de março último.

Os cientistas identificaram cerca de 36 mil gens no trigo sarraceno e entre eles os que provocam problemas de alergia. Promovendo sua eliminação, obtém-se uma nova variedade que evita estes problemas. Segundo eles, este sobá fica mais elástico e os cientistas acham que o mercado apresentará o produto de forma diferenciada, destacando que poderá ser consumida por todos, sem criar problemas.

Na realidade, estes conhecimentos dos genomas estão sendo aplicados para diversas finalidades, sendo que novos alimentícios sem os inconvenientes do passado poderão enriquecer as alternativas disponíveis. Também se sabe que outros cereais também podem ser beneficiados por estes conhecimentos, dependendo de pesquisas que sejam efetuadas.

Certamente, as pessoas que sofrem problemas com os glutens podem esperar que brevemente outros produtos possam ser consumidos sem as dificuldades atuais.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: