Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Golden Week no Japão

29 de Abril de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Existem hábitos no Japão que não são modificados, apesar das circunstâncias já terem sido alteradas, como no caso do Golden Week.

As carpas “koinobori” são o símbolo dos meninos no Japão, e o dia 5 de maio é um feriado dedicado às crianças, parte do Golden Week.

No Japão, há uma sequência de feriados chamada de Golden Week, muito aproveitada pelos japoneses para as viagens ao exterior, estimados em 600 mil, e pelo país. É um hábito da época quando eles trabalhavam muito, sem contar com as férias regulares como no Ocidente. O primeiro feriado era 29 de abril, data de nascimento do Imperador Hirohito, quando hoje o Imperador é o seu filho Akihito, cujo aniversario é 23 de dezembro, mas continua-se com o hábito de manter 29 de abril como o início do Golden Week. Os japoneses já não trabalham como antes, havendo férias como no verão, quando em agosto metrópoles como Tóquio ficam vazios, de forma semelhante à Europa ou aos Estados Unidos.

Outro feriado é 3 de maio, dedicado à Constituição de 1947, depois da derrota japonesa na Segunda Guerra Mundial, havendo que se adaptar à nova situação, inclusive com o estabelecimento do sistema de autodefesa sem o uso de armamentos atômicos. Quatro de maio é considerado o Dia do Verde, que também enaltece toda a preservação do meio ambiente, considerado importante pelos japoneses.

O último feriado é no 5 de maio, Dia dos Meninos, quando se usa o “koinobori”, simbolizando a força das carpas que sobem os rios. As meninas contam com o seu dia 3 de março, comemorado com o “hinamatsuri”, com a apresentação das bonecas.

clip_image004

“Hinamatsuri”, exposição de bonecas para o Dia das Meninas

Como neste ano o dia 5 de maio cai numa quinta-feira, muitos japoneses ampliarão o Golden Week até o fim de semana, ganhando mais dois ou três dias para suas viagens. Estes dias não são recomendados para turistas estrangeiros visitarem o Japão, pois os meios de transporte como os hotéis nas regiões turísticas acabam ficando sobrecarregados.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: