Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Mais Indícios de Problemas Para Xi Jinping

3 de Abril de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , , ,

Apesar do forte controle exercido por Xi Jinping em toda a China, acabam ocorrendo vazamentos que são corrigidos, mas continuam sendo veiculados naquele país pelos meios possíveis. O assunto virou matéria na imprensa internacional, como no artigo de Katsuji Nakazawa publicado no importante site Nikkei Asian Review.

clip_image001

Artigo pedindo renúncia de Xi Jinping foi retirado, mas continua circulando na China pelos meios possíveis

A nota divulgada pela agência Wujie News registrava que Xi Jinping tinha se afastado do tradicional princípio da liderança coletiva do Partido Comunista Chinês, exercido através do Politburo Standing Committee que conta com sete membros, incluindo o presidente, pedindo a sua renúncia. Há rumores que mais de 20 pessoas foram responsabilizadas pela divulgação da nota, sendo afastadas e punidas.

O site Wujiu News apareceu na primavera chinesa de 2015 como um novo instrumento da propaganda do Partido Comunista sob o guarda-chuva da Cyberspace Administration, o departamento de publicidade do Xinjiang Uyghur Autonomus Region, o gigantesco Alibaba, SEEC Media Group, a revista líder em chinês. Contratou a Xinhua News Agency e a People Daily. A nota divulgada não está assinada e foi retirada do ar, mas continua a ser espalhada na China pelos meios possíveis.

Há rumores que o Wujie News pode ter suas atividades encerradas. O governo está visitando o Xinhua, a Pleople Daily, e a China Central Television para assegurar suas absolutas lealdades ao Partido Comunista, segundo o artigo. Estes controles estão se tornando mais difíceis na China, apesar da centralização do poder nas mãos de Xi Jinping.

Existe uma ansiedade entre os administradores locais, temerosos com as medidas anticorrupção em andamento. A nota do Wujie News coloca o assunto na pauta, dando voz às insatisfações reinantes, apesar da popularidade oficial de Xi Jinping. O artigo ressalta que os acontecimentos nos países democráticos ainda não refletem na China.

Também se pensa nas substituições nos postos principais na China, que deve ocorrer em 2017, havendo uma disputa sobre os sete lugares no Politburo Standing Committee. Um dos seus membros deve ser o sucesso de Xi Jinping.

Estas questões acabam sendo importantes para o mundo e para o Brasil, pois hoje o que acontece na China acaba tendo uma larga repercussão na economia mundial.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: