Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Negócios Imobiliários Envolvendo Complicações

8 de Abril de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Existem alguns imóveis no Brasil, notadamente em São Paulo, considerados superficialmente como convenientes para bons projetos imobiliários, mas questões legais envolvidas acabam dificultando a soluções de todos os problemas existentes.

O imóvel do antigo Hospital Umberto Primo, próximo à Avenida Paulista, está pendente por muitas questões legais

Diante da localização privilegiada e dimensões apreciáveis do antigo terreno que abrigava o Hospital Umberto Primo, muitos empresários subestimaram as dificuldades jurídicas envolvidas. Até hoje, o seu proprietário, o empresário francês Alexandre Allard, não consegue executar o projeto elaborado, alegando que São Paulo é muito lento para renovar seu patrimônio imobiliário.

Muitas foram as tentativas para o seu aproveitando, até em períodos quando os retornos dos investimentos imobiliários estavam melhores estimados do que atualmente. Não se pode estimar as dificuldades jurídicas quando os envolvidos são muitos, notadamente os empregados que atuaram naquela instituição. Quando empresários estrangeiros efetuam estas avaliações, nem sempre compreendem todos os entraves existentes no sistema jurídico brasileiro.

Mas já houve casos de outros imóveis em condições semelhantes onde se encontraram formas de resolver as dificuldades e os obstáculos foram vencidos em menos tempo, estando já ocupados por novos projetos imobiliários. Cada caso é um caso e deve ser examinado com todo o cuidado por especialistas brasileiros conhecedores de todas as artimanhas locais. O mínimo que se pode dizer é que este empresário francês não foi alertado de todas as dificuldades envolvidas, mesmo considerando a absurda morosidade da Justiça brasileira.

Por ter trabalhado no comando de uma entidade nacional que envolve imóveis rurais e ter sido presidente de um hospital em São Paulo, como muitos outros, acabamos conhecendo parte dos seus problemas. Mas chegamos à conclusão que não valia a pena os esforços, mesmo com perspectivas de recursos interessantes no passado. Hoje, os riscos dos projetos imobiliários são maiores.

Mas para os que conhecem parte dos problemas franceses nesta área, estranha-se o erro de avaliação ocorrido, pois naquele país, em áreas como de Paris, sujeitas a restrições respeitáveis, sabe-se das dificuldades envolvidas nestes projetos imobiliários. Muitas vezes os que prestam consultorias para os grupos estrangeiros apresentam os casos reduzindo as limitações, levando a conclusões desastrosas que acabam prejudicando a todos, principalmente a imagem do Brasil.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: