Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Impeachment da Presidente Dilma Rousseff

12 de Maio de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , , ,

As esperanças de muitos brasileiros parecem se concentrar no impeachment da presidente Dilma Rousseff (foto), ainda que possam existir pequenos detalhes problemáticos. O vice-presidente Michel Temer deve assumir inicialmente de forma provisória, para tornar-se posteriormente definitivo, para um mandato relativamente curto de presidente da República, depois de concluído o julgamento.

Todas as indicações disponíveis são no sentido da aprovação do impeachment da presidente Dilma Rousseff, num processo político presidido pelo presidente do Supremo Tribunal Federal no Senado Federal. A acusação principal é das pedaladas fiscais que ocorreram com a sua aprovação, ainda que as mesmas já tenham sido praticadas por outras administrações anteriores. Seu pequeno apetite por intensas atividades políticas eficientes no Congresso, contando com uma equipe capaz para tanto, parece ter criado um clima arrasador contra ela, que se tornou incontrolável. Também os problemas de difícil comunicação social com a sociedade brasileira deixaram segmentos relevantes da opinião pública contra a sua atuação, que já vinha se desgastando com muitos erros e irregularidades cometidos por membros do seu partido, o PT, ao longo das administrações anteriores.

Michel Temer, o vice-presidente que assume interinamente a Presidência da República durante o julgamento da Dilma Rousseff, conta com a expectativa da sociedade brasileira que ao término do processo se torne definitivamente o mandatário máximo do país pelo período restante do seu mandato. Está montando a sua equipe de governo capaz de dialogar com o Congresso, introduzindo algumas mudanças para conter a expansão das despesas públicas do governo e promover as reformas indispensáveis.

clip_image002

Vice-presidente Michel Temer que deva assumir inicialmente a Presidência da República de forma interina. Depois de concluído o julgamento poderá se tornar definitivo, por um curto mandato.

As dificuldades brasileiras são imensas, mas as expectativas são no sentido de que o novo governo consiga corrigir as distorções básicas, promovendo reformas que não são simpáticas para a população. Além das contenções das despesas públicas, mudanças no sistema previdenciário como nos usos dos parcos recursos públicos são cogitadas. Há uma forte torcida para uma reversão no atual clima que ajude a retomada dos investimentos privados, permitindo que, num horizonte de meses, o desemprego mude da tendência atual.

As naturais disputas de correntes políticas que esperam dominar a futura administração não são negligenciáveis. Deve-se reconhecer que a classe política disponível no Brasil está centrada no curto prazo e nos benefícios que podem obter do governo, sem que haja uma sólida formação ideológica pensando no benefício do país num horizonte de longo prazo.

Ainda que esteja se formando uma equipe em torno de Michel Temer, com muita experiência nos entendimentos com a classe política, as dificuldades da administração pública e os entendimentos com o setor privado são imensos, não se restringido somente nos aspectos econômico-financeiros. Ainda que existam esboços promissores dos planos de ação, a realidade a ser enfrentada não pode ser subestimada, esperando-se demasiadamente da nova expectativa criada pela mudança de governo, que contará com um exercício limitado no tempo.

É generalizada a crença que, com a mudança do governo, as expectativas se alterarão, permitindo esperanças de dias melhores. Mas não se deve esperar por milagres, havendo necessidade de trabalho bem orientado, muito sacrifício e paciência para que os resultados possam ser obtidos dentro de um prazo razoável.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: