Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

O Verdadeiro Wagyu Japonês

22 de Maio de 2016
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia | Tags: , ,

clip_image002Um artigo elaborado por Casey Baseel do RocketNews 24 acabou sendo destacado pela imprensa japonesa, pois o wagyu acabou ganhando fama no mundo, mas poucos são autênticos.
 
Foto do verdadeiro wagyu publicada no RocketNews24

O artigo de Casey Baseel explica o que é o verdadeiro wagyu, pois existem muitos assemelhados, inclusive no Brasil, que não são os autênticos. Os autênticos são extremamente gordurosos e macios, não devem ser consumidos em quantidade, sendo no Japão usado em pequenas quantidades nos chamados “shabu-shabu” ou em sukiyaki, sendo enjoativos quando usados como bifes grelhados.

Wagyu decorre da combinação de duas palavras japonesas: wa – que significa do Japão e gyu que significa carne bovina. Os autênticos utilizam gados originários do Japão, que são basicamente quatro: kuroge wagyu (gado preto), akage wagyu(gado vermelho), Nihon Tankakushi (gado japonês de chifre curto) e mukakuwashu (gado japonês cruzado).  Os gados mais famosos no Japão são o Kobe e o Matsuzaka, que são originários do Kuroge Wagyu. Portanto, os japoneses procuram proteger as produções locais, não havendo os importados.
clip_image002[6]
Foto do gado Kuroge Wagyu, constante do artigo no RocketNews24

Também podem ser considerados os melhores gados japoneses os kokusangyu, ou seja, os gados produzidos no Japão. Os consumidos no Brasil são aproximações ainda grosseiras do wagyu japonês, não sendo muito macias e nem tão gordurosos.  



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: