Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Chineses Se Antecipam Para Enfrentar os Seus Problemas

3 de Março de 2017
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Se existem problemas complexos de prazo longo, muitos estão relacionados com as tendências demográficas difíceis de serem alteradas a curto prazo e nem sempre as ações governamentais são eficientes.

clip_image002

Governo chinês considera incentivos para que os casais tenham um segundo filho, foto constante do artigo no site de O Globo

Os problemas demográficos são difíceis de serem controlados mesmo nos regimes autoritários. Na China, a política de um filho por casal teve maior eficiência nos centros urbanos, mas no meio rural era comum encontrar gêmeos e trigêmeos de idades diferentes, o que permitiu um crescimento da população chinesa acima do esperado. Agora, preocupado com o que vem acontecendo no mundo desenvolvido, com a redução da população e seu envelhecimento, as autoridades chinesas consideram a concessão de incentivos para que os casais tenham um segundo filho. Isso pode ter algum efeito no meio rural chinês que diminuiu sensivelmente de importância quando considerado com relação há algumas décadas.

Em qualquer parte do mundo, um filho é um investimento muito pesado considerando a sua criação e sua educação. Os casais atuais vêm reduzindo a sua taxa de natalidade, pois com a necessidade da mulher também ter um emprego, mesmo com as assistências concedidas aos menores, poucos se dispõem a ter mais que um filho, chegando a muitos que não têm nenhum. Mas a tentativa governamental não deve ser subestimada, ainda que difícil de ser estimada em suas consequências.

O que se verifica é que os povos pobres mantêm uma taxa de crescimento mais elevada, como na Ásia e na África, com todos os problemas de saúde, educação e todas as outras necessidades sociais. Há que se admitir as migrações, mas está se verificando que as resistências continuam aumentando. Não parece que este problema possa ser resolvido por medidas governamentais.

No que se refere aos recursos humanos, parte deve ser resolvida pela robotização ou outros meios de simplificação das tarefas humanas, mesmo que não sejam da mesma qualidade, como no tratamento dos idosos. Muitos analistas que se arriscaram a projeções na área demográfica tiveram seus fracassos pelo envolvimento de fatores que são difíceis de ser considerados no longo prazo. O que se pode dizer é que existem mais incógnitas do que desejáveis.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: