Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Desenvolvimento Com Aumento das Inundações

10 de Abril de 2017
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Um longo artigo publicado por Michael Kimmman no The New York Times informa que o desenvolvimento com a industrialização, provocando um surto de aumento da urbanização na China, vem aumentando os problemas com inundações catastróficas naquele país. Algo parecido processa-se também no Brasil, notadamente em São Paulo.

Foto que ilustra matéria publicada no The New York Times mostrando que as regiões mais industrializadas hoje da China localizam-se na Delta do Rio Pearl, que até algumas décadas passadas eram rurais

Tomando-se como exemplo a metrópole paulistana até pouco antes da Segunda Guerra Mundial, quando o rio Tietê e o Pinheiros serpenteavam pelas baixadas e quando as chuvas eram intensas as águas se espalhavam por elas. Depois da chamada retificação destes dois rios importantes de São Paulo e a intensa ocupação de suas margens, as águas não têm por onde escoarem rapidamente, provocando cotidianas inundações, não se conhecendo projetos governamentais de envergadura para sanar estas dificuldades que provocam apreciáveis prejuízos para todos.

Estes tipos de problemas parecem não se restringir somente à China e ao Brasil. Mas, mesmo países como os Estados Unidos e a China, responsáveis pelos maiores lançamentos de poluentes na atmosfera, não parecem suficientemente esforçados para a redução das irregularidades climáticas que estão aumentando, provocando a elevação dos mares, ampliando problemas como os tufões, provocando elevadas precipitações concentradas em curtos períodos.

clip_image004

Shenzhen era uma vila de pescadores e hoje é uma cidade de milhões de habitantes. Foto publicada no The New York Times.

É evidente que esta situação não é sustentável por muitas décadas, mas a visão das autoridades parece estar se encurtando para períodos principalmente dos seus mandatos que são de alguns anos. Em São Paulo, por exemplo, parece que provocam efêmeras notícias amplamente divulgadas, não se pensando num Plano Diretor que estabeleça seu traçado básico, tanto das vias de transportes como dos serviços básicos que atendem à população. Os parcos recursos acabam sendo pulverizados por pequenas medidas sem que os grandes problemas sejam enfrentados.

Lamentavelmente, parece condenada a sofrer alagamentos que dificultam o seu transporte, provocam perdas de seus veículos, muitos estabelecimentos comerciais inundados pelas águas ficam com grandes estoques de mercadorias condenados às perdas e os serviços como de energia elétrica e de comunicação social interrompidos aguardando reparos que demoram muito tempo, sem que todos estes prejuízos sejam indenizados.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: