Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

A Agricultura Brasileira Não Pode Ser Vista Com Miopia

16 de Maio de 2017
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

Os problemas econômicos internos do Brasil estão prejudicando o setor agropecuário que vem sustentando a economia brasileira, quando os primeiros dados vindos do exterior indicam que na safra 2017/2018 a concorrência será mais acirrada.

clip_image002

Foto constante do artigo na Folha de S.Paulo que informa que os plantios dos cereais nos Estados Unidos estão sendo acelerados

A Folha de S.Paulo publica um artigo de Mauro Zafalon informando que os produtores de cereais dos Estados Unidos estão acelerando os seus plantios visando o aumento de sua produção, o que deve provocar um acirramento da concorrência com a produção brasileira da safra 2017/2018, pois, tudo correndo normalmente, os preços deverão ser mais baixos. Com a tendência do câmbio brasileiro que vem sendo mantido valorizado os produtores nacionais devem ter uma remuneração mais baixa, eles que vinham sustentando a economia brasileira neste começo do ano e ajudava na redução da inflação local.

Ao mesmo tempo, num artigo de Cristiano Zaia publicado no Valor Econômico informa-se que o ministro da Agricultura Blairo Maggi admite que o prazo concedido para o crédito rural deve ser mais curto para atender um decréscimo nominal dos juros, diante das posições adotadas pelas autoridades monetárias que pretendem o seu aumento relativo.

Este site vem insistindo que a atual política brasileira está arriscando a matar as galinhas dos ovos de ouro. Com o câmbio na tendência atual e as condições previsíveis do mercado de produtos agrícolas na economia mundial, as condições para os produtores agrícolas brasileiros se tornarão críticas. Sem contar com o aquecimento global que está ocorrendo, aumentando os riscos das irregularidades climática normais no Brasil na ocorrência do fenômeno El Niño.

A agricultura é uma atividade que depende de muitas condições que não são controláveis pelos seus produtores. Há uma natural defasagem do plantio até a colheita, as chuvas são irregulares e as condições dos concorrentes internacionais dependem das políticas adotadas pelas autoridades destes países estrangeiros. As demandas destes produtos dependerão também dos grandes países consumidores, onde a China sempre teve uma posição importante. As condições do mercado internacional determinam também as do mercado interno.

O Brasil só pode influir muito pouco em todas estas condições. Mas, com a visão restrita ao curtíssimo prazo, não há como compensar as difíceis situações a que poderemos estar submetidos.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: