Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Aumento de Serviços Hospitalares Internacionais na Ásia

3 de Janeiro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Um artigo publicado por Tomomi Kikuchi no Nikkei Asian Review informa sobre o aumento de redes hospitalares internacionais na Ásia, sendo que muitos visam a China, cuja habilidade na administração hospitalar ainda não é competitiva. Alguns envolvem planos de saúde para atender funcionários de empresas, inclusive internacionais.

O hospital Raffles sediado em Cingapura, com 700 leitos, tem unidades em Xangai, Pequim, Najing e Dalian. Foto publicada no Nikkei Asian Review

Está se observando, depois da globalização da economia que começou com atividades financeiras e industriais, um aumento dos serviços, inclusive hospitalares com a melhoria do nível de renda em muitos países. Grandes cadeias como a Fullerton, com sede em Cingapura, têm mais de 190 clínicas em Cingapura, Malásia, Indonésia, Austrália e Hong Kong, fornecendo exames médicos e outros serviços para funcionários de 25 mil empresas, incluindo grandes europeias e norte-americanas. Agora visam a China e se instalam nas Filipinas.

O grupo Lippo, da Indonésia, fez parceria com a chinesa Merchants para cooperar com aproximadamente 100 hospitais chineses, investindo cerca de US$ 1 bilhão para recuperar prédios antigos e deteriorados, inclusive com instalações comerciais.

A IHH Healthcare da Malásia, o maior operador de hospitais na Ásia pelo valor de mercado, está instalando 450 leitos em Xangai, tendo outros planejados para cidades chinesas. O turismo médico está encabeçado pelo Japão, incluindo Cingapura, Malásia e a Tailândia. Os chineses já estão acostumados com estas redes asiáticas de grande porte. Observando os nomes dos dirigentes destes grupos, nota-se a frequência elevada de nomes chineses.

Tudo indica que entre os serviços, os hospitalares e voltados à saúde são expressivos. Está se observando no Brasil também aumento de redes hospitalares e clinicas que pertencem a grupos financeiros, cujo objetivo se concentra nos resultados econômicos mais do que os atendimentos relacionados com a saúde, mas para manter suas imagens necessitam mostrar a qualidade dos seus trabalhos.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: