Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Ikigai Japonês Para Encontrar o Propósito da Vida

30 de Janeiro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

clip_image002Segundo Lucy Dayman, o início do ano é o momento oportuno para cada pessoa encontrar o propósito da sua vida. A ideologia ikigai pode nos dar algumas dicas para cada um de nós.

Esquema constante do artigo no site do Japan Today

Sempre é possível aprender com culturas milenares, que ao longo do tempo foram sendo aperfeiçoados para que os seres humanos possam viver de forma mais feliz. Lucy Dayman vem estudando a cultura japonesa e dá algumas dicas de como é possível escolher o propósito da vida de cada um de nós, usando conceitos que foram aperfeiçoados do que se chama em japonês de ikigai, que é uma combinação das palavras iki (vida) com gai (que pode ser interpretado como valor). Ikigai seria encontrar a alegria da vida pelo propósito de cada um de nós, conceito que se originou no período Heian, do Japão (794 a 1185).

A autora explica que o psicólogo clínico e ávido especialista da evolução ikigai, Araketu Hasegawa, lançou um trabalho de pesquisa em 2001. A palavra gai viria do kai (concha) que tinha no período Heian um grande valor. O conjunto das ideias estaria no esquema acima apresentado.

A determinação desta proposição poderia permitir uma vida mais longa com direção clara. Pesquisadores encontram na cidade de Kyotango, em Quioto, uma população três vezes maior de idosos, de mais de cem anos, do que a média japonesa. Ainda que não comprovado cientificamente muitos deles teriam DHEA elevado, um hormônio esteroide secretado pelas glândulas adrenais que poderia influenciar na longevidade. Todos tinham atividades que lhes proporcionavam satisfação. Havia um contínuo uso da expressão ikigai, o que também acontece em Okinawa.

Hector Garcia escreveu, entre outros livros, “Ikigai: The Secret to a Long and Happy Life” e ele associa com seu hábito matinal de um pouco de yoga com este propósito. Ken Mogi, neurocientista e escritor, argumenta em seu livro “The Little Book of Ikigai: The Essential Japanese Way to Finding Your Purpose in Life” que fazendo do mais simples o que lhe dá satisfação você teria encontrado o seu ikigai.

No fundo, talvez em outras palavras, as pessoas são mais felizes fazendo o que lhes agrada, o que parece totalmente racional. Se assim também estão ajudando os que estão em seu entorno, atendendo às necessidades de outros, esta satisfação deve aumentar a felicidade, ajudando a alongar a sua vida.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: