Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Dificuldades Para a China e a Índia São Apontadas

2 de Fevereiro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Quando este site destaca os planos ousados como da China e da Índia, também procura registrar os contrapontos existentes. Neste caso, foi um editorial sobre a China e agora um artigo de Chaintanya Kalbak sobre a Índia, publicados no Nikkei Asian Review.

clip_image002

China e Índia, dois gigantes asiáticos

Nunca é demais mencionar que a Índia, que atualmente supera até a China na taxa de crescimento econômico, é uma democracia plena desde a sua independência do Reino Unido, tendo passado por um regime socialista e adota uma orientação liberal e capitalista, onde se supõe que as dificuldades políticas costumam ser mais acentuadas.

O primeiro-ministro Narendra Modi e o seu partido Bharatiya Janata perderam em 2014 dois assentos no Congresso, mas ainda conta com boa margem. Eles se preparam para as próximas eleições e o orçamento fiscal para tanto é de vital importância.

Neste orçamento, um Plano Nacional de Saúde é de grande relevância, já denominado “Modicare”, que visa atender 100 milhões de famílias pobres, com US$ 7.800 por ano.

Do ponto de vista econômico, a medida mais importante do atual governo foi a desmonetização com a eliminação das notas de mais alto valor, visando a redução da corrupção. O crescimento do PIB tem sido dos mais elevados e de acima de 7% ao ano deve ficar entre 6,5 a 6,75% no próximo ano fiscal que começa em abril de 2018. O mandato do primeiro-ministro deve chegar até maio de 2019.

O gasto de defesa da Índia, mesmo prioritário deve ficar abaixo do crescimento do orçamento que deve ser de 10%. O setor de petróleo está sendo unificado, pois existe mais de uma empresa e o país importa um percentual ainda elevado desta energia.

Está se dando grande importância para a agricultura, onde os pequenos e médios produtores são 86%. Pretende-se dobrar sua renda até 2022. E toda a sua produção deverá ser comprada pelo governo, como já aconteceu no passado no Brasil, setor onde ainda há uma intervenção estatal elevada. A seca afeta muito a agricultura da Índia e procura-se aumentar a sua irrigação.

Estas são suas principais dificuldades, mas a Índia espera se tornar a quinta maior economia do mundo, acima da brasileira, que ainda não conta com um planejamento estratégico de prazo mais longo.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: