Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

A Embrapa Precisa ser Ajudada

25 de Abril de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 2 Comentários »

clip_image002Quando o Brasil só contava com instituições isoladas de pesquisa agrícola, como o Instituto Agronômico de Campinas e em algumas faculdades de agronomia, foi organizada a Embrapa, com uma rede nacional com diversas unidades especializadas em determinados setores. Hoje, com a falta de dotações de recursos do governo federal, suas pesquisas estão prejudicadas com o quadro dos seus pesquisadores se aposentando, sem uma renovação adequada.

O Brasil Central, onde predominava a pecuária extensiva nos cerrados, não teria conseguido se transformar numa região importante na produção de soja e de milho, que, além de abastecer as necessidades brasileiras, continua sendo dos mais importantes itens das exportações do Brasil.

A melhoria da pecuária brasileira, como a retomada da produção de leite, o aproveitamento racional do semiárido e a introdução de um elevado número de novas variedades de legumes e frutas receberam um decisivo apoio da Embrapa. Hoje, com os cortes nos recursos para a pesquisa, os seus dirigentes são obrigados a procurar parcerias importantes com o setor privado, quando os seus pesquisadores, inclusive aperfeiçoados no exterior, estão se aposentando sem contar com substitutos à altura.

Sem uma reorganização importante da Embrapa e um programa de trabalho com visão de longo prazo, não há como continuar contribuindo para o aumento da produtividade da agricultura brasileira e aproveitamento intensivo da ampla biodiversidade do Brasil. O país está correndo o risco de perder uma de suas mais importantes instituições de pesquisa.

Um artigo elaborado por Fernando Lopes e Cristiano Zola, publicado no Valor Econômico, informa sobre o documento elaborado pela entidade, denominado “Visão 2030: o futuro da agricultura brasileira”. Constam do trabalho as mudanças socioeconômicas e espaciais da agricultura; intensificação e sustentabilidade dos sistemas de produção; mudanças climáticas; riscos; agregação de valor nas cadeias produtivas; protagonismo dos consumidores; e convergência tecnológica e de conhecimentos. Um verdadeiro programa governamental para o setor, que contou com a participação de 370 colaboradores, que se dedicaram 18 meses ao trabalho.

Este documento deverá merecer a atenção de todos os brasileiros, não somente dos dirigentes, mas de toda a população, pois são assuntos que afetam diretamente a todos.


2 Comentários para “A Embrapa Precisa ser Ajudada”

  1. mauricio
    1  escreveu às 21:35 em 26 de Abril de 2018:

    Muito bom alerta Paulo. Uma das poucas coisas que o pais é reconhecido no mundo, é pela força de seu agronegócio. E a Embrapa e a base do que foi foi construído nesse setor. Sem pesquisa não a desenvolvimento. E com o tempo podemos ate ser passados para traz. Talvez com exceção dos governos da Republica velha e do Collor e este por que não teve tempo de fazer nada. O governo de Temer, Paulo, é o pior governo que este pais ja teve. Consegue ser pior que o Sarney. Sorte que agora temos alguma rede de proteção social.

  2. Paulo Yokota
    2  escreveu às 18:01 em 27 de Abril de 2018:

    Caro Mauricio,

    Obrigado pelo comentário.

    Paulo Yokota


Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: