Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

O Esporte Feminino no Brasil

23 de Abril de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

imageO vôlei feminino recebe um espaço na televisão, mas o futebol feminino que já se classificou antecipadamente e invicto para as Olimpíadas de Tóquio não mereceu a mesma atenção. Há uma campanha oficial ressaltando a diferença das remunerações com os esportes masculinos, mas os patrocínios de estatais poderiam proporcionar suas exibições mesmo não sendo em tempo real.

Final do campeonato brasileiro de vôlei feminino vencido pela primeira vez pelo Praia Clube sobre o Sesc Rio, apresentado na televisão

Todos sabem que as audiências são relevantes para as exibições dos esportes, notadamente feminino, pela televisão. Mas o futebol feminino que já se classificou para as Olimpíadas de Tóquio de 2020, como o masculino na Copa da Rússia, não mereceu exibição na televisão, enquanto há uma propaganda oficial sobre a diferença de remuneração dos atletas masculinos e femininos.

O futebol feminino brasileiro merece mais atenção no exterior do que no Brasil e estrelas como a Marta e Formiga são conhecidas no mundo inteiro. Se a seleção feminina de futebol foi classificada antecipadamente de forma invicta, não se compreende por que os principais jogos não foram exibidos na televisão, mesmo não sendo em tempo real.

image

Seleção feminina de futebol do Brasil que se classificou antecipadamente para as Olimpíadas de Tóquio de 2020

Já se tentou organizar o campeonato brasileiro de clubes femininos, mas sem a ajuda da divulgação pela televisão não há como se conseguir uma presença maior do público nos estádios. Algo semelhante acontece com o judô, a natação, a ginástica, o handebol, o tênis, o tênis de mesa, o basquete e outros esportes onde as mulheres brasileiras estão se destacando. O momento aparenta ser oportuno, pois a questão do gênero ganhou importância o Brasil.

Novas candidatas a cargos políticos, a executivas nas empresas de porte e nos mais variados setores da vida brasileira estão contando com o aumento das presenças das mulheres, que demonstram suas qualidades de criatividade que também se observam entre os homens e homossexuais. Na música, tanto clássica como popular, sem as mulheres o Brasil ficaria muito mais pobre, sem a alegria com que nos destacamos no mundo.

As mulheres já conseguiram se consolidar na educação, na medicina, nas pesquisas, na literatura e têm todas as condições para conseguir se destacar no esporte profissional. O público local se mostra cada vez mais receptivo a este tipo de movimento, onde a televisão pode ajudar em muito.

Em vez de publicidades públicas como o da remuneração das atletas femininas, parece que já é hora de entrar em ação, dando espaço para as mulheres em todos os esportes, pois elas conseguirão por elas mesmas reduzir as disparidades ainda existentes nas remunerações.

O assunto está mais do que maduro devendo superar em breve os preconceitos dos executivos das televisões.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: