Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Irregularidades Climáticas no Mundo

28 de julho de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Clima, Economia e Política | Tags: , , ,

A imprensa mundial vem noticiando muitas agudas irregularidades climáticas que provocam tufões, fortes chuvas que causam inundações e ameaçam até grandes represas que foram construídas para geração de energia elétrica em todo o mundo. Muitos atribuem estes fenômenos ao aquecimento global, provocando mortes e grandes estragos materiais. Na China, na região por onde corre o rio Yantzé, construiu-se a Represa de Three Gorges, hoje a maior do mundo, adaptando-se o projeto da Usina Binacional de Itaipu, onde os chineses copiaram muitas das tecnologias usadas nesta gigantesca obra de engenharia pesada. A diferença fundamental é que na Bacia dos rios Paraná – Uruguai foi instalado muitas barragens à montante, que regularizam o fluxo de água para Itaipu, sem que haja necessidade de grande clip_image002, o que não aconteceu de forma idêntica na China. Com as intensas chuvas atuais naquela região, todas as comportas que permitem a vazão das águas estão plenamente abertas, mas ainda assim existem riscos.

Vazão máxima das águas represadas em Three Gorges para evitar a possibilidade de rompimento da barragem

Um artigo publicado por C.K. Tan no Nikkey Asian Review informa que o nível de perigo da represa chinesa é de 27,5 metros e já se atingiu 29,7 metros apesar de toda a vazão provocada pelas comportas existentes.

Os tufões, que são frequentes nesta época no Atlântico na proximidade dos Estados Unidos, já começaram provocar estragos nas Caraíbas como na costa leste norte-americana. No Japão e outros países asiáticos, também ocorreram inundações que provocaram muitas mortes. Também na América do Sul há possibilidades de estragos geográficos naturais, que podem provocar problemas para as produções agropecuárias, mesmo independentes dos incêndios e desmatamentos no Brasil, principalmente na Amazônia, Pantanal e nos Cerrados.

Já enfrentamos no mundo muitos problemas de saúde, economia e política, além das disparidades sociais que prejudicam mais os menos favorecidos. Os que habitam as barrancas de muitas regiões montanhosas são os mais prejudicados. Esperamos que estes fenômenos climáticos não sejam de grande monta.