Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Longa Crise Cria Novos Heróis

17 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Livros e Filmes | Tags: , , ,

sakamoto A longa crise por que passa o Japão está forçando a divulgação de heróis baseados em fatos históricos. A NHK, a televisão estatal, lança uma série especial de um ano para ressaltar a figura do samurai Sakamoto Ryoma (1836-1867), da região de Toza, um lendário reformista anterior à Era Meiji, como noticia a Nikkei Week.

Ryoma, sobre quem se dispõe de muitos documentos históricos, vai receber uma promoção global. Já estão sendo produzidos camisetas e todos os produtos que podem ser relacionados com a lembrança deste legendário samurai.

Leia o restante desse texto »


É Carnaval: Cem Anos de Ouro do Samba

17 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , ,

Não há como fugir do tema em tempos de Carnaval. O samba faz parte da cultura brasileira, ainda que suas comemorações não ocorram mais em todas as cidades e lugares, mas nos locais especiais chamados Sambódromos, passando a ser um show.

Os centenários dos grandes sambistas estão sendo comemorados com eventos de destaque nas salas de espetáculos, deixando de ser somente populares, mas eruditos. Já falamos do papel importante da Chiquinha Gonzaga neste site.

Leia o restante desse texto »


Chiquinha Gonzaga (1847-1935)

17 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Livros e Filmes | Tags: , , ,

chiquinha Se existe algo pelo qual o Brasil é conhecido na Ásia e no Mundo é pela sua música popular. Todos a cantam mesmo sem saber que é brasileira. Hoje falamos de sua mais importante pioneira, Chiquinha Gonzaga, compositora, instrumentista e regente que compôs mais de 2.000 obras, operetas, 77 peças teatrais. São músicas eruditas e populares, sucessos de carnavais. Desde a época em que o samba era conhecido como tango brasileiro, passando por todos os ritmos musicais da época, da valsa até as marchinhas carnavalescas. Chiquinha era mulher muito à frente do seu tempo.

Um espetáculo do mais alto nível internacional foi apresentado em São Paulo, no SESC – Serviço Social do Comércio que tem se destacado no apoio à cultura brasileira. Trata-se de “Chiquinha em Revista”, de Gilberto Assis e Ana Fridman, arranjadores de primeiro nível. Fará sucesso, certamente, no Carnegie Hall como Suntory Hall, nos melhores templos musicais do mundo.

Leia o restante desse texto »


Conhecendo a Índia Atual

10 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , | 24 Comentários »

Se existe um grande país asiático mais conhecido pelos seus aspectos exóticos pelos sul-americanos, este é a Índia. O que vem sendo divulgado pela televisão, filmes e alguns livros enfatizam seus aspectos turísticos ou a sua pobreza. Já alertamos neste site que ela possui uma classe média sete vezes maior que a brasileira e uma população superior a um bilhão de habitantes. A Índia merece um pouco mais de nossa atenção, até porque vem crescendo mais rapidamente que o Brasil.

Apareceu recentemente no Times of Índia um artigo interessante, escrito por Santosh Desai, da revista indiana TOI Crest, com o intrigante título “The economics of ‘I’” (A economia do “Eu”), onde se analisa as mudanças que ocorreram naquele país nos últimos dez anos.

Leia o restante desse texto »


Efeito das Estações do Ano

5 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , ,

quadro

Todos sabem que as estações do ano são bastante nítidas na maioria dos países das zonas temperadas, que predominam na Ásia, enquanto nos trópicos, onde se situa a maior parte da América do Sul, elas não são muito diferenciadas, havendo no máximo a estação das chuvas e dos períodos mais secos.

Elas acabam influenciando todos os aspectos da vida animal, principalmente dos seres humanos que possuem uma maior capacidade de aproveitar estas diferenças. Começa na cultura, cujas atividades acabam se relacionando com estas mudanças, para influenciar nos hábitos alimentares, nas vestimentas, nos esportes e todos os condicionantes da vida.

Leia o restante desse texto »


A “Longa Marcha” das Mulheres Chinesas

5 de fevereiro de 2010
Por: Naomi Doy | Seção: Cultura | Tags: , , ,

Na China, no fim do Império Manchu, enfrentando problemas de escassez e sobrevivência, as meninas eram mais propensas a sofrer infanticídios do que os meninos. Meninas nascidas em famílias de não intelectuais ou funcionários oficiais não recebiam nomes. Elas eram simplesmente chamadas “menina número um”, menina número dois”. O casamento de uma menina era arranjado, e jamais era uma união por amor: jovens não deviam se ver antes de se casarem, era vergonhoso apaixonar-se. Não que isso fosse proibido, mas porque jovens nunca deviam se expor a uma situação de “namoro”. Era imoral uma moça se encontrar a sós com um rapaz.

Leia o restante desse texto »


Poupança: Uma Questão de Cultura

4 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , , , , ,

Muitos se espantam com as elevadas taxas de poupança dos asiáticos, questionando porque os sul-americanos não seguem o mesmo comportamento. Devem existir diversas razões, e algumas podem ser sugeridas.

Todos devem se lembrar das famosas fábulas de La Fontaine, entre elas “A cigarra e a formiga”. Muitos países asiáticos possuem um rigoroso inverno e quem não poupar durante o resto do ano corre um risco alto de passar por necessidades.

Leia o restante desse texto »


Esportes em Diferentes Culturas

4 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , , ,

556098426_5c410105ce Mantenho a assinatura eletrônica de alguns jornais importantes da Ásia, que me enviam a notícia imediatamente quando algo de relevante acontece. Recebi nesta madrugada (que na Ásia já é fim de tarde) uma que abri imediatamente.

Percebi o quanto os esportes são diferentes, dependendo da cultura de um povo. A notícia, única, dizia que o grande campeão de sumô Asashoryu tinha anunciado o final de sua brilhante carreira de lutador. Saiu em um jornal de cunho econômico, político e empresarial.

Leia o restante desse texto »


Wild Swans: Three daughters of China

2 de fevereiro de 2010
Por: Naomi Doy | Seção: Livros e Filmes | Tags: , , ,

cisnes selvagens Este é um livro que satisfaz, no primeiro momento, a procura daqueles que buscam informações sobre a China. Neste livro, best seller mundial (Ed. Doubleday – Anchor Boorks, 1991), a professora Jung Chang evoca a história épica de três gerações de mulheres da sua família (inclusive ela própria), que testemunharam e viveram na pele a reviravolta política da China ao longo do século XX.

A avó de Jung Chang, Yu-fang, vendida como concubina para um poderoso general (war-lord) da Polícia de Beijing (Pequim), em 1924, consegue fugir da escravidão com sua filha bebê, Bao Qin De-hong, vivendo mil provações. De-hong (Cisne Selvagem) cresce durante a brutal ocupação japonesa (1931-1945), passando pela sangrenta guerra civil entre nacionalistas do Kuomingtang de Jiang Jieshi (Chang Kai-Check) e comunistas, até a ascensão de Mao Zedong (Mao Tsé- tung). Torna-se militante devotada da causa maoísta e, juntamente com seu marido, atinge posição destacada dentro do Partido Comunista, até ser denunciada, presa, torturada e execrada durante a Revolução Cultural (1966 – 1976).

Leia o restante desse texto »


O Homem que Engarrafava Nuvens

1 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Livros e Filmes | Tags: , , ,

convite-o-homem-que-engarrafava-nuvens-sp Este documentário de Lino Ferreira é imperdível para os que desejam conhecer uma parte importante do verdadeiro Brasil, referindo ao trabalho de Humberto Teixeira (1915-1979), principal parceiro de Luiz Gonzaga. O filme foi estimulado pela atriz Denise Dummont, que mora em Nova Iorque, filha do personagem central do documentário, que confessa que pouco o conhecia realmente, e fez as pesquisas para melhor avaliar sua obra e o seu pai.

Nascido na região do Cariri, no Ceará, perto de onde nasceu também Luiz Gonzaga, de quem é parceiro no clássico Asa Branca e a maioria dos baiões cantada por ele, Humberto Teixeira relata que suas raízes estão no seco sertão nordestino, onde ouvia os cantos do folclore regional. Foi para o Rio de Janeiro, expulso por uma das maiores secas que a região sofreu, formou-se advogado e deixou mais de 400 composições que atravessaram as fronteiras brasileiras. Entre elas Kalu, que ficou conhecida pela interpretação de Dalva de Oliveira, e foi composta em homenagem a quem foi uma de suas esposas.

Leia o restante desse texto »