Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Ampliando os Conhecimentos Sobre o COVID 19

8 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , , ,

Um artigo elaborado pela agência noticiosa Reuters foi publicado no The Japan Times e outros jornais no mundo, como o The New York Times, informando sobre os estudos que estão sendo feitos no Reino Unido e na França, apontando suas dificuldades. Os cientistas do Instituto de Genética, do University College London, descobriram com um estudo genético efetuado com amostras de 7.500 pessoas infectadas pelo coronavírus (COVID 19), que, depois de aparecer na China entre outubro e dezembro do ano passado, espalhou-se rapidamente pelo mundo. imageEles descobriram que já ocorreram quase 200 mutações genéticas do coronavírus, que se adapta aos hospedeiros humanos à medida que se espalha pelo mundo.

Mudanças genéticas do SARS CoV 2 constatado pelas pesquisas efetuadas no University College London’s Genetics Insitute, o que é usual

Leia o restante desse texto »


As Pandemias que Ocorreram e Continuarão Ocorrendo

8 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , ,

Lamentavelmente, apesar dos esforços dos jornais brasileiros como a Folha de S.Paulo, as versões eletrônicas resumem o que está na versão escrita, excluindo menções algumas vezes relevantes, não permitindo uma visão total do que está se tratando. Delfim Netto, na sua coluna semanal publicada às quartas-feiras, faz menções, na última, de que os registros históricos mostram que no ano 429 a.C. já ocorreu a chamada Praga de Atenas, quando o mundo tinha cerca de 70 milhões de habitantes. Hoje, conta-se com cerca de 7,6 bilhões de habitantes e neste longo período ocorreram pandemias ao menos 62 vezes. Um trabalho de Cirilo, P. e Taleb, N.N. “Tail Risk of Contagius Diseases”, publicado em março último, mostra numa tabela que, no mínimo, no século XV ocorreram 8 vezes, no XVI 7 vezes, no XVII 7 vezes, no XVIII 5 vezes, no XIX 16 vezes, no XX 9 vezes e no XXI 10 vezes até 2020, que acabou sendo suprimido na versão eletrônica do artigo. Isto exige que se esteja preparado para enfrentar estas pandemias.

Pouco aprendemos no mundo e no Brasil sobre estes problemas. Os brasileiros contam com o chamado SUS – Sistema Único de Saúde, considerado um dos melhores do mundo, que permite estabelecer uma política nacional de saúde dotando o país todo com uma rede hospitalar adequada para a população. No entanto, os recursos para estas finalidades foram utilizados em outros setores e hoje contamos com uma das piores condições para enfrentar o atual coronavírus, que lamentavelmente provocará muitas mortes e sofrimentos. Mas não fomos os únicos, pois G.W.Bush, ex-presidente dos Estados Unidos, tinha lido um livro sobre a famosa gripe espanhola de 1918, que matou entre 20 milhões e 50 milhões em todo o mundo, inclusive muitos brasileiros. Ele impressionou-se com o fato, mas afirmava que isto só ocorreria a cada 100 anos, otimismo que não se confirmou.

Existem os que dão mais importância à economia do que vida dos seres humanos, que falecidos não existe mais o que fazer, enquanto as economias, mesmo com muitos sacrifícios e tempo, acabarão sendo recuperadas. Pelo pouco que se conhece do atual coronavírus, está se provocando um “boom” de pesquisas sobre os remédios e principalmente as vacinas para enfrentar esta praga, o que clip_image002acabará ocorrendo. Os conhecimentos científicos acumulados ajudarão também para combater outras pragas. Espera-se que a um custo menor e menos tempo, desde que haja um mínimo de racionalidade, baseando-se nos conhecimentos científicos.

Na atual pandemia há que se seguir as recomendações da OMS

Alguns países estão obtendo melhores resultados, havendo um consenso entre os especialistas que o isolamento temporário e bem controlado é o meio mais recomendável hoje conhecido. Ainda que seja desagradável para todos, parece importante no momento que todos “fiquem em casa” o mais possível, principalmente porque existem muitos infectados assintomáticos. O engajamento da população também tem se mostrado relevante nos melhores resultados, como está se verificando em diversos países.

Observa-se também no Brasil um envolvimento de organizações voluntárias até para atender aos menos favorecidos, desde a sua alimentação mínima, como os organizados pelas empresas. O que seria desejável é um razoável consenso nacional, evitando disputas políticas, concentrando as atenções do momento nos problemas de saúde, utilizando os recursos humanos disponíveis com um foco claro.


Remédios e Vacinas Para o Coronavírus

5 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , , , | 6 Comentários »

Muitos remédios promissores para o coronavírus estão sendo constatados em diversos países, mas em amostras pequenas, e os cuidados científicos exigem que eles sejam comprovados em amostras nos seres humanos, com todos os cuidados estatísticos. Muitos podem provocar efeitos colaterais que necessitam serem acompanhados em hospitais, pois muitos deles foram usados para outras moléstias. Algo semelhante acontece com os esforços para a produção de vacinas que seriam a solução adequada, segundo os especialistas, mas que exigem tempo para a sua comprovação definitiva, que mereça a aprovação das agências que controlam todos estes medicamentos. No atual desespero da população, potencialmente sujeita a ser afetada por esta moléstia ainda mal conhecida, que nem sempre conta com meios para atendimentos dos potenciais pacientes adequados nos hospitais, insuficientes para todos.

Alguns médicos mais famosos acabaram sendo beneficiados com remédios ainda não totalmente comprovados, mas há que se entender que eles contavam com as possibilidades imagepara acompanharem os possíveis efeitos colaterais em conhecidos hospitais, o que não é usual para a população em geral.

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, recomenda cuidados

Leia o restante desse texto »


Dificuldades Para Considerações Equilibradas

5 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política, Saúde | Tags: , , , | 2 Comentários »

Quando o Brasil e o mundo enfrentam problemas agudos e inesperados como os provocados atualmente pelo coronavírus, mesmo as posições adotadas pelos analistas ponderados e pela imprensa em geral tendem a ficar polarizadas entre poucas posições. Quando, na realidade, os problemas são sempre em graus diferentes de cinzentos, não sendo necessariamente nem clip_image002branco ou preto. No caso brasileiro, onde o governo Jair Bolsonaro apresenta muitos problemas nas suas atuações, parte da população acaba ficando radicalmente contra ou a favor, não ajudando muito nas soluções negociadas dentro dos limites do possível.

Uma das muitas manifestações públicas do presidente Jair Bolsonaro aos seus simpatizantes

Leia o restante desse texto »


Admirável Vietnã no Combate ao Coronavírus

2 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

Muito se tem publicado sobre os exemplos como da Coreia do Sul, da Alemanha e de outros países no combate ao corunavírus, mas pouco se fala do que está acontecendo no Vietnã. Eles já venceram uma guerra com os franceses bem como os poderosos norte-americanos, não deixando que os chineses tenham clip_image002importância no seu país. Agora mostram que são os melhores sucedidos no combate ao coronavírus no mundo.

Especialistas médicos do Vietnã, vestindo roupas de proteção, coletam amostras de sangue em um centro, segundo um artigo da Reuters, publicado no site da Japan Times, que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


O Caminho Perigoso de Atritos do Presidente com a Imprensa

30 de abril de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias | Tags: , , | 6 Comentários »

Mesmo que a imprensa brasileira passe atualmente por um período econômico-financeiro difícil, como muitas outras empresas privadas do Brasil, há que se constatar que ela procura manter a sua função, mesmo não contando com muitos jornalistas experientes de altas remunerações. Que se cometam alguns erros parece inevitável, como a posição da TV Globo possa ser considerada exagerada por muito no conjunto da mídia brasileira ao longo de clip_image002décadas. Mas o presidente, com suas muitas declarações bombásticas no seu próprio estilo, acaba estimulando colocações que nem sempre lhes são simpáticas e não são de sua discutível preferência pessoal ou do seu grupo. 

Uma das entrevistas matinais do presidente Jair Bolsonaro

Leia o restante desse texto »


Ações Que Provocam Reações em Sentido Contrário

30 de abril de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , , ,

O assunto foi amplamente divulgado pela imprensa brasileira e Bruno Boghossian publicou um artigo sobre a matéria no site da Folha de S.Paulo. O presidente Jair Bolsonaro havia nomeado como delegado geral da Polícia Federal Alexandre Ramagem, muito relacionado com seus filhos, tratando a entidade como de interesse do governo, onde poderia ser informado sobre as investigações em andamento que envolve as possíveis participações dos seus familiares, segundo ele afirmou ao ex-ministro Sergio Moro. Como reação, o ministro clip_image002Alexandre de Morais, do Supremo Tribunal Federal, suspendeu a posse que deveria ocorrer esta tarde, quando muitas ações pretendiam que isto não era adequado para o Brasil, por ser uma entidade que deveria servir o Estado.

Delegado Alexandre Ramagem, indicado para a Polícia Federal, cuja posse foi suspensa

Leia o restante desse texto »


Corrida Mundial Pela Vacina Contra Coronavírus

30 de abril de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , , , ,

No momento em que se anuncia que as mortes no Brasil com o coronavírus superam as da China (5.017 aqui e 4.637 naquele país, havendo algumas suspeitas que ambas estejam subestimadas), os cientistas consideram que soluções efetivas são as vacinas. Eles contam com quase uma centena de projetos para chegar rapidamente às vacinas, a maioria de pequena escala nas amostras. Algumas são consideradas mais promissoras, como a que vem sendo executada na Universidade de Oxford, no Jenner Institute, que já vem trabalhando com projetos semelhantes há dezena de anos. A Fundação Bill e Melinda Gates, que conta com imagebons avaliadores de projetos desta natureza, vem dando o suporte financeiro para esta pesquisa inglesa, além de outras.

A professora Sarah Gilbert em seu escritório na Universidade de Oxford, cujo artigo foi publicado no New York Times, que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


Confusões Políticas Num Quadro Brasileiro Complicado

26 de abril de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 2 Comentários »

Se o Brasil já estava complicado com os problemas provocados pelo coronavírus e as suas consequências sobre a economia, o quadro dificultou-se substancialmente com a forma de demissão do ministro Sérgio Moro. Ele que era um simples juiz federal em Curitiba, com critérios discutíveis como a prisão depois da segunda estância, conduziu o chamado Lava-Jato ganhando projeção nacional. Isto levou o discutido presidente Jair Bolsonaro a incluí-lo no Ministério que foi ampliado da Justiça envolvendo também a Segurança, tendo como o principal braço a Polícia Federal. Teria recebido, segundo Sérgio Moro, autonomia plena nas clip_image002decisões de sua área, o que é contestado hoje pelo presidente, que por sua vez entende que pode interferir em todos os setores do governo. Na realidade, muitos entendem que a Polícia Federal atende às necessidades do Estado e não do governo.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Sérgio Moro

Segundo muitos especialistas, neste processo de da demissão do principal responsável da Polícia Federal teriam sido cometidos irregularidades que deverão ser examinados pelo Supremo Tribunal Federal, que já investiga o presidente sobre um seu discurso que teria estimulado movimentos que conduziriam o Brasil a um Estado totalitário. Mesmo com a tentativa de uma equipe de militares para acomodação da situação para uma saída honrosa, o governo federal teria precipitado o problema demitindo o comandante da Polícia Federal por um decreto publicado no Diário Oficial, para a surpresa de muitos, onde constava o nome do ex-ministro, que afirma que não ter assinado este tipo de documento, hoje republicado sem o seu nome. Uma parte da discussão provocada por uma entrevista do ex-ministro com sua demissão acabou recebendo uma longa contestação do presidente, que durou mais de 40 minutos, referindo-se a detalhes que seriam de consideração pessoal, sem que seja de interesse nacional.

A forte polarização política que já vinha ocorrendo no mandato do presidente Jair Bolsonaro parece ser se acirrado, dificultando o já complexo entendimento político, onde os militares continuam ampliando sua participação, sem que tenham qualificações para tanto, pelo tipo de suas formações que enfatizam a hierarquia e a disciplina.

O momento em que ocorre esta discussão é dos mais inadequados, não se sabendo ainda quem substituirá o ex-ministro e como ficará a direção da Polícia Federal. Todos sabem que existem investigações envolvendo familiares do presidente Jair Bolsonaro, muitos alegando que estas poderiam acabar sendo prejudicadas, o que é entendido como uma interferência política. Como indicações da reação da opinião pública, registrou-se uma queda substancial na Bolsa de Valores e uma expressiva desvalorização cambial.


Problemas Que Precisam Ser Focados na Saúde

23 de abril de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , , , | 4 Comentários »

Todos nós precisamos torcer para que o enfrentamento da crise do coronavírus no Brasil seja o mais eficiente possível, pois muitas mortes estão ocorrendo, como sabido. Aguardam-se informações mais tranquilizadoras sobre a nova equipe do ministro Nelson Teich, pois, mesmo que a logística seja importante, ela só pode deslocar pelo imenso país o que se dispõe por aqui, dadas as dificuldades atuais do mercado internacional. Sente-se a carência de recursos humanos de direção que atue como equipe, além da prioritária operação nas linhas de frente que está sendo dizimada pelo coronavírus. Equipamentos adequados como respiradores, além de UTIs – Unidades de Terapia Intensivas completas, meios para conhecer rapidamente a população em risco com os testes de diversos níveis, desde o período em que a doença ainda é assintomática. Não se podendo combater esta praga simplesmente providenciando novas instalações emergenciais, pois tudo indica que ela apresenta ondas. A comparação inadequada com os países considerados de relativo sucesso como a Coreia do Sul ou Alemanha pouco tranquiliza os analistas sobre a preocupante atual situação brasileira. Ela é clip_image002defasada no tempo no Brasil, o que nos proporciona a vantagem de contar com outras experiências em diferentes países, que têm algumas características próprias.

Foto do ministro Nelson Teich concedendo a primeira entrevista à imprensa, constante artigo no site Poder 360, que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »