Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Sushi Bar Japonês Tirando Partido do Twitter

12 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: ,

sushi_twitter A agilidade de alguns empresários japoneses é impressionante. O respeitável jornal Nikkei fez uma pequena reportagem mostrando que algumas lojas descobriram que quem tem twitter possui uma influência sobre seus seguidores.

Eles passaram a dar um desconto de um yen por pessoa que segue o twitter de um cliente. Assim, aquele que envia informações para cem outros, tem um desconto equivalente a 100 yens.

Leia o restante desse texto »


Artigos do Nikkei Sobre a Coreia e a China

11 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Categoria?, Notícias | Tags: , ,

Todos sabem que o Nikkei, o maior jornal econômico japonês e do mundo, como a maioria dos que se especializaram nestes assuntos, possui uma tendência conservadora. Quando dois artigos expressam sua admiração pelo que é feito nos países vizinhos asiáticos, há que se tomar como um sinal de algo importante que está acontecendo no Japão.

Implicitamente, deve se interpretar que estão criticando alguns comportamentos japoneses, tanto do governo quanto do setor privado, que não se comportam como seus concorrentes diretos.

Leia o restante desse texto »


Corrida Asiática Pela TV 3D

10 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , , ,

teve3d Todos os produtores de televisão estão disputando a primazia no lançamento da TV em terceira dimensão. A Panasonic anunciou que o fará no próximo dia 23 de abril, em alta definição, com uma TV de 50 polegadas em tela de plasma e 54 polegadas em TV de plasma.

O preço deverá ser um pouco mais alto que os TVs atuais. Espera-se que a Sony, a Toshiba e a Samsung também anunciem algo semelhante ainda neste ano.

Leia o restante desse texto »


Crescimento das Economias dos BRICs

9 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , ,

brics

O mundo acostumou-se a considerar os BRICs (Brasil, Rússia, Índia e China) como os países emergentes de grandes dimensões, desde a criação deste nome por uma instituição financeira internacional de respeito para designar este grupo. Admitia-se que tinham grande potencial de crescimento e que ganhariam importância maior no mundo globalizado.

Estas economias vinham correspondendo às expectativas até a crise que se abateu sobre o mundo, em fins de 2008. Uma economia foi mais afetada, a da Rússia. A China vem se recuperando de forma impressionante, mantendo um câmbio desvalorizado, e a Índia e o Brasil mantiveram uma performance razoável.

Leia o restante desse texto »


Mais Sinais Robustos do Crescimento Asiático

9 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: ,

Muitos sinais robustos indicam que os dados econômicos asiáticos mostram uma vigorosa recuperação depois de um período relativamente baixo. As vendas de automóveis na China subiram 84,2% em janeiro último, quando comparadas com o mesmo mês do ano anterior, atingindo mais de 1.210 mil unidades.

No Japão, no trimestre de outubro a dezembro último, o PNB cresceu 3,46%, o que é um dado promissor para uma economia que vinha patinando há algum tempo.

Na Índia, que conta com uma produção significativa de carros populares, em janeiro último o crescimento foi de 32% com relação a um ano atrás.

É evidente que estes números mostram um forte impacto, que ocorre também nos outros setores da economia. Mesmo não podendo se festejar ainda a superação total da recessão, estes dados devem influir na expectativa de empresários e consumidores, superando o quadro negro que se apresentava a todos.

Ainda existem problemas no setor financeiro a serem superados, mas parece que são menos graves na Ásia, quando comparados com a Europa e os Estados Unidos, que continuam sendo importantes no cenário mundial.

Mas são indícios que o fim do túnel já pode ser visto.


Notícias da Índia

9 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Noticia-se que a Tata Motors está aumentando em 400% sua capacidade para produzir o Nano, o seu modelo cujo preço gira em torno de US$ 2.500,00 por unidade. Todos admitem que esta empresa é a mais apta para produzir carros populares no mundo.

Ainda em 2010, deve atingir a produção de 250.000 unidades do Nano, para atender a demanda dos países emergentes. Para isto, conta com uma nova unidade industrial na periferia de Mombai. Só os chineses são capazes de produzir um carro que possa competir na faixa de preço desse carro.

Para os brasileiros, este modelo lembra um pouco o Romiseta, que foi produzido no passado, mas tem a capacidade para acomodar quatro passageiros, inclusive o motorista. Enquanto muitos menosprezam estes carros populares, uma faixa importante do mercado acaba sendo atendida, pois no mundo emergente muitos consumidores que estavam nas consideradas camadas inferiores de renda estão ingressando no mercado.

No Brasil, estima-se que a demanda nesta faixa cresce mais rapidamente. Nos últimos cinco anos, foi algo em torno de 10% ao ano em termos reais, o que não pode ser ignorado.


Bons Sinais da Economia Japonesa e Mundial

9 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , ,

Uma boa notícia divulgada pelo jornal japonês Nikkei. As encomendas de máquinas no Japão cresceram 190% em janeiro de 2010, comparadas ao mesmo mês de 2009.

As encomendas para o mercado interno japonês cresceram 78,5% com relação ao mês anterior, sendo o segundo mês que aumentam. As exportações cresceram quatro vezes sobre o mês anterior.

Isto apesar do yen extremamente valorizado. São sinais otimistas que a economia mundial começa a apresentar crescimento, mesmo em economias como a japonesa, que estava demorando a se recuperar.


Projeções do Crescimento Chinês

8 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , ,

Sempre existe um conforto quando o Prêmio Nobel de Economia de 1993, Robert Fogel, diretor do Centro para Economia da População da Universidade de Chicago, confirma num artigo recente no Foreign Policy suspeitas que eram somente de alguns conhecedores da China.

Alguns me consideram demasiadamente otimista com a China, um observador parcial. Quem conheceu aquele país continente, com muitos problemas, mas com pessoas dispostas a debatê-los abertamente, sempre ficava com a impressão que estava errado, diante de uma avalanche de opiniões contrárias no exterior, de pessoas que pouco ou superficialmente conheciam o País do Meio.

Leia o restante desse texto »


Exemplo que Vem da Coreia

8 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: ,

coreia Um grande exemplo de um projeto da LG Eletrônicas com o governo metropolitano de Seul pode ser seguido por muitas cidades sul-americanas.

A LG e uma empresa estatal de Seul se tornaram parceiras num projeto amigo do meio ambiente, aproveitando a captação de energia solar para atender as facilidades públicas daquela capital.

Leia o restante desse texto »


Curiosidade Chinesa

7 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: ,

Quem já assistiu às comemorações do Ano Novo Chinês em qualquer parte do mundo ficam assustados com a quantidade de fogos que se utiliza nas ruas. São como “traques”, que chegam a irritar pelos barulhos que fazem, provocando até pequenas nuvens de fumaças. Por que comemoram deste jeito?

Explicam que se destinam a espantar os “maus espíritos” do novo ano, como muitas esculturas orientais nos templos, horrendas, mas impressionantes. Espantam os ocidentais ou as crianças, havendo dúvidas se “maus espíritos” sejam tão inocentes que se afastem com tão pouco…