Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Evento Para a Promoção do Wagyu Brasileiro

7 de setembro de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Gastronomia, webtown | Tags: , ,

A palavra Wagyu é uma combinação de dois ideogramas que significam Japão (wa, nosso dos japoneses) e carne (gyu). A raça bovina desenvolvida e aperfeiçoada no Japão proporciona uma carne marmorizada de gorduras muito apreciadas na elaboração de uma tradicional culinária japonesa chamada sukiyaki, que é um cozido de carne com legumes, bem com outros ingredientes complementares, tipicamente do Japão. Este prato passou a ser conhecida no exterior antes do sushi e do sashimi, elaborados do peixe cru. Outro prato em que se usa muito desta carne é o shabu-shabu, uma palavra onomatopaica, decorrente do som provocado pelo mergulho das carnes e legumes num caldo. Este é de origem mongol, que originalmente utiliza a carne do carneiro, e que era conhecida na Europa como fondie chinoise.

O evento permitiu que a Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Wagyu, composta de 30 criadores, divulgasse a sua produção que já atingiu uma qualidade razoável para os rígidos critérios japoneses. Eles consideram muitos fatores para a sua classificação, como a maciez e coloração da carne, a quantidade e coloração da gordura, entre outros fatores. Na sua publicidade, exalta-se a qualidade desta gordura, que seria rica em ácido oléico, não sendo prejudicial à saúde, apesar de ser demasiadamente gordurosa para os paladares ocidentais, principalmente para os que consomem a carne em grande quantidade. Os japoneses consomem pouca carne, que é muito cara, principalmente a produzida no Japão.

1924

Leia o restante desse texto »


Primeiro Ministro Yoshihiko Noda se Compara ao Dojo

31 de agosto de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Gastronomia, Política, webtown | Tags: , , , | 3 Comentários »

Muitos políticos usam imagens conhecidas do público para se autodefinirem, como fez o novo primeiro-ministro japonês Toshihiko Noda, mas não se esperava uma repercussão tão ampla, chegando a merecer um artigo escrito por Yoree Koh e Andrew Joyce no famoso e internacional The Wall Street Journal. Ele se comparou a um dojo, um peixe que hoje só é oferecido em restaurantes tradicionais como o Komakata Dozeu de Asakusa, que é apreciado pelos que conhecem a culinária tradicional do Japão.

Tudo indica que Toshihiko Noda procurou definir-se como um político que procura trabalhar nos bastidores, não pretendendo apresentar-se como um líder vistoso, mostrando-se humilde, como é apreciado pela opinião pública japonesa. Nas primeiras manifestações, ele vem indicando uma grande capacidade de comunicação, ao mesmo tempo em que procura a acomodação com as lideranças tradicionais do seu Partido Democrático do Japão, o DPJ. Seu posicionamento vem agradando aos analistas mais rigorosos, merecendo até comparações com o ex-primeiro ministro Junichiro Koizumi, ainda que não tenha ainda o mesmo carisma. É uma grande esperança para tirar o Japão do marasmo em que se encontra.

dojou1_G_20110831044622dojou2_DV_20110831050210dojou3_D_20110831050644dojou4_D_20110831051002

Restaurante Komakata Dozeu e seus pratos com dojo. Fotos: Yoree Koh/The Wall Street Journal

Leia o restante desse texto »


Diferenças nos Hábitos Alimentares

29 de agosto de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, webtown | Tags: , ,

Consta no site WebTown, voltada com prioridade à comunidade dos brasileiros residentes no Japão, uma referência sobre uma notícia veiculada na coluna meu japão de Karina Almeida, de O Tempo online. Ela reporta uma experiência que teve ao ser convidada por um japonês para o que denominou “churrasco japonês na varanda” do seu apartamento. Para a melhor compreensão da notícia, é preciso informar que muitos brasileiros residentes no Japão são criticados pelos seus vizinhos japoneses quando efetuam “churrascos” em suas varandas, por espalhar um odor característico da queima de gorduras.

Na realidade, os japoneses grelham muitos alimentos com brasas, como peixes e produtos do mar que têm odores diferenciados e que genericamente são chamados yakimono. Muitos legumes também, mas há diferenças nos temperos utilizando que provocam odores que podem ser estranhos para os brasileiros, pois muitos levam molhos de soja fermentada, como os missô ou shoyu. Os japoneses adaptaram culinárias como as coreanas, inspiradas no que chamam de Gengis Khan, que levam alhos e pimentas que não eram utilizadas Japão, mas que recentemente passaram a ser habituais, por serem adequadas para uma cervejada. Sempre é de bom tom no Japão procurar não incomodar os seus vizinhos, com estes odores e barulhos de música em alto volume.

churrasco

Leia o restante desse texto »


Nova Bebida Japonesa Com Conteúdo Brasileiro

18 de agosto de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, Notícias, Saúde, webtown | Tags: , , | 4 Comentários »

sucoOs japoneses são grandes consumidores de bebidas energéticas e outras baseadas no chá verde que apresentam qualidades que poderiam ajudar na saúde, como noticiamos neste site. Agora, consta no twitter da Silva Kikuchi, jornalista brasileira que trabalha em Tóquio e é bem informada, que a Asahi Soft Drinks está lançando uma bebida de frutas com base no açaí do Brasil, que a torna rica em polifenol e vitamina C. Todos sabem que o açaí tornou-se um produto largamente consumido em todo o mundo por aqueles que necessitam de energia, entre eles os que praticam vários esportes. Espera-se que este novo suco contenha uma quantidade razoável de açaí que é fornecida pelo Brasil, que parece estar sendo apresentada de forma atrativa.


Chá Japonês Para Reduzir o Colesterol

17 de agosto de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, Notícias, Saúde, webtown | Tags: , , , | 2 Comentários »

Nni20110817D1608A13114381Se existe um povo que consome chás nas suas mais variadas formas é o japonês. O respeitável jornal econômico japonês Nikkei noticiou hoje que a empresa Ito En vai lançar no próximo dia 5 de setembro um novo chá que recebe o nome de Catechins, que é o principal componente do chá verde, e destinado para ajudar na redução do colesterol e gorduras no corpo humano.

Os japoneses encontram bebidas de diversos tipos nas vending machines espalhados pelas cidades. Alguns alegam ter poderes revigorantes como os muitos que contêm gingzen, outros que prometem vigor sexual, outros que facilitam a digestão, que são consumidos em grandes volumes, apesar das dúvidas sobre seus verdadeiros efeitos. Tudo indica que seus fabricantes são empresas responsáveis, e os produtos não devem fazer mal, mas eles não podem ser confundidos com remédios, pois são vendidos livremente sem nenhuma recomendação médica.

Leia o restante desse texto »


Algumas Informações Diferenciadas da China

8 de agosto de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, Gastronomia, Turismo, webtown | Tags: , ,

O jornal China Daily fornece uma ampla gama de notícias que vai muito além do aumento da importância econômica e política do País do Meio. Um artigo de Yu Wentao informa sobre um novo livro com fotos e informações sobre a Cidade Proibida. Com magistrais fotos de Li Shaobi, tiradas ao longo de duas décadas nas quatro estações do ano, e pinturas de Jiang Guofang que começaram a ser elaboradas em 1987. Ele está em inglês, editada pela Foreign Languages Press, na China.

O Palácio ficou mais conhecido no mundo pelo filme de Bernardo Bertolucci, “O Último Imperador”. Os que o visitaram sabem da grandiosidade deste lugar que é dos mais procurados pelos turistas chineses e estrangeiros. Muitos outros filmes e livros divulgaram esse maravilhoso conjunto, o principal da capital Beijing.

0013729e47710fa5813d2b

Fotos de Li Shaobi e pinturas de Jian Guofang (abaixo) publicadas no China Daily

bc305ba24a510fa5cfcf1a

Leia o restante desse texto »


Novas Tendências nos Restaurantes no Japão

21 de julho de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Gastronomia, Saúde, webtown | Tags: , , ,

O importante jornal econômico japonês Nikkei publica hoje uma matéria de grande importância de autoria de Keisuke Nakano. Novos restaurantes em Tóquio, sem serem macrobióticos, apresentam refeições agradáveis com baixas calorias. O destaque é o Nodo – Restaurante Natural Dietético que se instalou no elegante bairro de Shibuya e oferece seis refeições completas com 434 calorias, ao preço de cerca de R$ 90,00. O chef cozinha costelas por cerca de 10 horas no vapor, para remover toda a gordura, em vez de vegetais fritos os oferece em sopas do tipo minestrone para reduzir o uso de óleos.

Estes restaurantes estão diminuindo o uso de açúcares para evitar a acumulação de gorduras no corpo. Os seus almoços e jantares contêm menos de 500 calorias. Estas refeições se tornaram populares entre as mulheres que representam 80% dos seus clientes, mas homens conscientes de sua saúde também jantam por lá. Muitos convidam seus parceiros comerciais para refeições nestes estabelecimentos. Eles oferecem suntuosos pratos que não podem ser preparados em casa.

Nni20110721D21HH253111308Nni20110721D21HH253111309Nni20110721D21HH253111310

Jantar do Nodo com apenas 434 calorias./ Prato do Gourmet Doctor’s / b-Zone: pratos ricos em proteínas

Leia o restante desse texto »


O Guia Michelin ao Longo do Tempo

18 de julho de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, webtown | Tags: , , ,

Mesmo com todos os problemas existentes, o Guia Michelin continua sendo dos mais utilizados em todo o mundo, para identificar hotéis e restaurantes mais recomendados. Suas classificações hoje são contestadas, pois para se manter as suas estrelas, além da qualidade da culinária, são avaliadas as instalações dos estabelecimentos ao nível considerado exagerado principalmente por alguns chefs. Além disso, em muitas localidades como no Japão, os estabelecimentos mais sofisticados são os pequenos que só aceitam clientes conhecidos ou recomendados, sendo impossível que profissionais o façam de forma anônima. No atual mundo globalizado, onde estão sendo conhecidas as culinárias de todos os países e regiões, sempre é difícil estabelecer critérios para suas avaliações, que dependem muito das culturas dos seus usuários, que podem diferir, mesmo que se faça um esforço para a sua padronização com o uso de avaliadores locais.

Ainda assim, com uma primeira referência do nível do estabelecimento, bem como os preços e principais especialidades, muitos são os usuários. Um longo artigo do Financial Times, de autoria de James Boxell, cobre a história e discute os seus problemas, que começou em 1900 para dar informações para os primeiros turistas que utilizavam automóveis, o que sempre foi eficiente para promover a venda dos pneus do grupo Michelin.

!cid_image003_jpg@01CC44AE51axTIKYsYL__SL500_AA300_

Primeiro Guia Michelin publicado em 1900 e a capa do Guia Mihcelin – Paris 2011

Leia o restante desse texto »


Eventos Estimulando Inovações Gastronômicas Brasileiras

14 de julho de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, webtown | Tags: , ,

O Brasil vem atraindo as atenções internacionais por variados motivos, além dos econômicos e políticos. Muitos renomados chefs da gastronomia internacional ficam maravilhados com a biodiversidade com que se conta no país, fornecendo novos materiais que vão sendo incorporados nas melhores cozinhas do mundo, que também passa por um processo de globalização.

Anuncia-se que, entre os próximos dias 28 a 31 de julho, em São Paulo, serão realizados muitos workshops com consagrados chefs brasileiros mostrando a ampla diversidade de produtos brasileiros, até os pouco conhecidos no país, além dos provenientes das diversas regiões brasileiras, que ganham novos usos. O evento leva o nome de Paladar Cozinha do Brasil, e deverá atrair um grande público, além dos profissionais do setor.

hyatt_tbf6537hyatt_tbf7260www.tbfoto.com.br
HYATT - SP/SP - 29/07/2010
Foto: Tadeu Brunelli
ATENÇÃO: Toda foto deve ser publicada com o crédito do autor, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.

www.tbfoto.com.br
HYATT - SP/SP - 29/07/2010
Foto: Tadeu Brunelli
ATENÇÃO: Toda foto deve ser publicada com o crédito do autor, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.www.tbfoto.com.br
HYATT - SP/SP - 29/07/2010
Foto: Tadeu Brunelli
ATENÇÃO: Toda foto deve ser publicada com o crédito do autor, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.

www.tbfoto.com.br
HYATT - SP/SP - 29/07/2010
Foto: Tadeu Brunelli
ATENÇÃO: Toda foto deve ser publicada com o crédito do autor, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.www.tbfoto.com.br
HYATT - SP/SP - 31/07/2010
Foto: Tadeu Brunelli
ATENÇÃO: Toda foto deve ser publicada com o crédito do autor, de acordo com a Lei Nº 9.610 de 19/02/1998.

Leia o restante desse texto »


Culinária Japonesa em Todo o Mundo

1 de julho de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais, Gastronomia, webtown | Tags: ,

Um brilhante artigo de Robbie Swinnerton, publicado no The Japan Times, leva à reflexão que a sofisticada culinária japonesa precisa ser adequadamente conhecida, principalmente quando virou moda em todo o mundo, misturando alhos com bugalhos. O verdadeiro kaiseki ryori não só exige anos de treinamento dos chefs bem como cuidados nos detalhes, respeitando as estações do ano, e um preparo cuidadoso, só podendo ser apreciado pelos que sabem distinguir a qualidade do que está saboreando, exigindo horas para o seu consumo, na linha do que se conhece como slow food, contrastando com o chamado fast food.

Tanto no Brasil como na Europa, como em todo o mundo, a culinária japonesa tornou-se a moda atual, competindo com a pizza de origem italiana que pode ser encontrada em qualquer lugar, mas que também apresenta problemas de qualidade. Numa espécie de lanchonete especial na loja de departamento Lafayette de Paris, que continua de grande prestígio ainda que decadente, servia-se culinária japonesa, mas logo se constatou que a sua administração, certamente terceirizada, era de um grupo chinês, como se encontra em muitos lugares da França. A culinária japonesa ganhou fama por ser saudável, utilizando matérias-primas frescas, mas corre o risco de virar uma praga, com profissionais mal preparados distorcendo os parcos aprendizados que adquiriram, pouco conhecendo a verdadeira. Não basta se esforçar.

fg20110701rsafg20110701rsb

Iguarias delicadas: yakimono (prato grelhado) do Kaiseki / Arroz coberto com moluscos cozidos, para ser saboreado no estilo temaki sushi

Leia o restante desse texto »