Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Dificuldades Agrícolas dos Estados Unidos

29 de dezembro de 2018
Por: Decio Yokota | Seção: Economia, Editoriais, Notícias | Tags: , , ,

Um artigo escrito por Gracy Olmstead e publicado no site do The New York Times evidencia as dificuldades da atual legislação norte-americana, chamada Farm Bill, que atribui subsídios de perto de US$ 900 bilhões anuais em 2018 para os grandes agricultores, contemplando até parentes que não possuem atividades rurais, sem que se supere a crise que já se prolonga naquele país por cinco anos neste setor. Isto indicaria que o país que já passou pelo pico de desenvolvimento, principalmente em outros setores como de serviços, enfrenta dificuldades para ajustar-se a nova situação mundial, sem saber o que fazer no atual governo de Donald Trump, sendo superados por outros que ocupam posições mais importantes no abastecimento mundial, como exportando para a China. 

Sacos de milho e soja enfileirados em Gingerich Farm, Ilinois, no mês de novembro deste ano, sem que se saiba o que fazer com os mesmos, foto constante do artigo no site do The New York Times

A primeira Farm Bill foi lançada em 1933 nos Estados Unidos para superar a Depressão de 1929. 85 anos depois continua sem ter conseguido um desenvolvimento sustentável na agricultura daquele país, apesar dos volumosos subsídios, mantendo simplesmente o status quo, sem que tenha provocado algo como a Revolução Verde que se estendeu pelo mundo, beneficiando países emergentes como o Brasil, o México e as Filipinas. Muitos dos beneficiados pelos subsídios naquele país nunca puseram os seus pés nas fazendas, vivendo nas grandes metrópoles. As medidas que poderiam provocar mudanças por encorajarem medidas próprias para o gerenciamento das terras, como rotações de culturas, produções orgânicas e outras acabaram sendo cortadas nos seus recursos. Que estas lições negativas chamem também a atenção das autoridades brasileiras, pois o setor rural exige uma constante vigilância, notadamente nas pesquisas, visando manter o setor sustentável à longo prazo. O abastecimento interno faz parte da segurança nacional, pois já houve períodos em que países importantes no mundo sofreram boicotes no seu suprimento,

Mesmo que outros setores da economia possam sustentar estrategicamente um país, um mínimo de equilíbrio torna-se indispensável para não se tornar dependente do suprimento do exterior, sobre o qual não se dispõe de controle total. Já houve períodos no próprio Estados Unidos em que seu setor agrícola estava na vanguarda do mundo, o que não acontece mais atualmente. O lamentável é que isto está acontecendo também em outros setores de tecnologia de ponta, onde o Vale do Silício era um importante símbolo mundial, e está sendo superado por outros países como a China,

Acredita-se que o setor rural norte-americano tem as condições de se recuperar, mas há uma necessidade de uma política clara de parte do governo, pois suas flutuações são acentuadas, nem sempre sendo possível o setor privado suprir todas as suas necessidades básicas. Paulatinamente, espera-se que os subsídios sejam reduzidos e compensados por aumentos de produtividade como os proporcionados pelas pesquisas.


Medalha de Ouro do Brasil nos 4x200m na China

14 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Esportes | Tags: , , , ,

clip_image002Um resultado surpreendente foi obtido pela natação brasileira no revezamento de 4x200m, em piscina de 25 metros, superando a China, Estados Unidos e a Rússia, no Mundial de Natação realizado em Hangzhou, na China. Medalha de ouro para os jovens Luiz Altamir, Fernando Scheffer, Leonardo Santos e Breno Correia, quebrando o recorde mundial com 6m46s81. Parabéns a estes jovens, pois Leonardo Santos, o mais velho, só tem 23 anos.

Leia o restante desse texto »


Novas Demandas Chinesas

13 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

Um artigo publicado por Zhu Wenqian no China Daily informa sobre o relatório “New Horizont 2023”, divulgado pelo Sino-Dutch Dairy Development Center, onde se estima que a demanda de produtos lácteos naquele país deve ser astronômica, como tudo que acontece na China.

clip_image002

A demanda chinesa de produtos lácteos, como o leite, iogurte e queijo está estimado que cresça cerca de 20% ao ano no próximo quinquênio

Leia o restante desse texto »


Novas Tendências na Moda a Partir do Japão

13 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Moda | Tags: , , ,

 

Seção: Moda, Editoriais e Notícias Tags:

Todos sabem que houve períodos onde os designers japoneses influenciaram fortemente a moda internacional, com criações de Miyake, Yamamoto, Kenzo e muitos outros. Um artigo publicado por Oona McGee no Japan Today sugere que uma nova onda pode estar ocorrendo, por ser prática e poder ser adaptadas facilmente às diversas estações do ano.

clip_image002

Pode ser que as adaptações do quimono japonês possam se tornar uma moda mundial, dada a facilidade para uso de jovens em todas as estações do ano

Leia o restante desse texto »


Nova Contribuição de Carlos Ghosn Para o Japão

13 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 89 Comentários »

Parece evidente que os interesses da revisão do acordo existente entre a Renault e a Nissan por parte dos japoneses estejam influindo na prisão preventiva como no indiciamento de Carlos Ghosn no Japão, que inclui a de seu assessor principal Greg Kelly, também ex-diretor da Nissan, bem como o indiciamento da própria Nissan. No entanto ficam também claras as tentativas de redução da tributação de remunerações de dirigentes, onde os promotores japoneses entendem que existem elementos para apontar também outras irregularidades que tenham sido cometidas, que costumam ser aceitos pelos juízes japoneses quase na sua totalidade, podendo resultar em condenações por longos períodos.

clip_image002

Todos sabem que os investimentos da Renault na Nissan são de ações votantes, enquanto os da Nissan na Renault são não votantes, como estabelecido em 1º de abril de 2018, e o grosso dos resultados da Renault são provenientes dos dividendos da Nissan, o que os japoneses desejam mudar

Leia o restante desse texto »


Condições Severas das Prisões Temporárias no Japão

12 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 2 Comentários »

As informações constantes num artigo de Yukiko Sakamoto e Azusa Kato escrito para o jornal japonês Asahi Shimbun descrevem as condições extremamente duras para clip_image002estrangeiros nas prisões temporárias no Japão, principalmente para executivos como Carlos Ghosn que estavam acostumados aos padrões de vida elevados de nível internacional, que tinham aviões executivos para percorrer todo o mundo.

A cela usada por Carlos Ghosn é pequena, com três tatamis (que costumam medir cerca de 1,62m² cada) que daria um total geral de cerca de 5m², somente com uma toalete simples, pode ser adequada para um preso japonês, mas é extremamente severo para estrangeiros acostumados a padrões elevados como ele

Leia o restante desse texto »


Lamentável Situação de Carlos Ghosn com seu Indiciamento

10 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais e Notícias | Tags: , , | 6 Comentários »

Os jornais do mundo, com destaque para os japoneses, estão noticiando o lamentável indiciamento de Carlos Ghosn por suspeita de sonegação fiscal no período de 2010 a 2014, ele que prestou relevantes serviços para a Nissan e a Mitsubishi Motors, acabando por clip_image002influenciar toda a comunidade empresarial japonesa. Nova investigação, cobrindo 2015 a 2017, está determinando um novo período de prisão preventiva nas duras condições usuais naquele país, mesmo para personalidades do seu nível.

Carlos Ghosn está preso preventivamente para evitar destruições de provas sobre as possíveis irregularidades pelas quais está indiciado

Leia o restante desse texto »


Medidas dos EUA Difíceis de Serem Compreendidas

7 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Política, Tecnologia | Tags: , , ,

A solicitação norte-americana que a CFO da Huawei chinesa, Meng Wanzhou, fosse presa no Canadá, visando a sua extradição para os Estados Unidos, conflita abertamente com as informações que, depois de Donald Trump ter jantado com Xi Jinping, haveria três meses de trégua na guerra comercial entre os dois países para um mínimo de entendimento. No fundo, a Huawei é considerada hoje uma das mais importantes no mundo na área da tecnologia avançada, com componentes para equipamentos eletrônicos, superando em clip_image002diversos aspectos as mais importantes empresas norte-americanas. O problema só poderia ser superado com um esforço para que as tecnologias avançadas dos Estados Unidos voltassem à posição que tinham até recentemente.

Meng Wanzhou, CFO da Huawei, presa no Canadá a pedido dos norte-americanos, é filha do fundador da empresa e seu chairman, Ren Zhengfei

Leia o restante desse texto »


Onde Vivem os Marajás do Brasil?

7 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

Fica-se com a amarga impressão que os marajás brasileiros do serviço público que abundam em Brasília não leem sequer os jornais, pois se sentiriam no mínimo fortemente constrangidos quando, além do aumento absurdo que fixaram para si próprios, reivindicam a manutenção dos seus auxílios-moradia em torno de R$ 5 mil mensais. Saber que os pobres absolutos do Brasil que sobrevivem ganhando R$ 140 por mês aumentaram para 15,2 milhões de pessoas no ano passado, e os pobres que ganham R$ 406 por mês subiram para 54,8 milhões, segundo os dados divulgados pelo IBGE com os do ano passado, fazem as pessoas normais se sentir mal.

clip_image002

Moradores das palafitas do Brasil, onde as crianças precisam conviver com os esgotos, sem tratamento de saúde ou educação decente

Leia o restante desse texto »


Café Produzido no Japão

4 de dezembro de 2018
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Gastronomia | Tags: , , ,

clip_image002Ainda que em quantidades mínimas, existem cafés de qualidade produzidas como na ilha de Ogassawara, a cerca de mil quilômetro ao sul de Tóquio, que estão sendo servidos na Capital, ainda que seus preços sejam um pouco elevados, mas a qualidade é boa e vale a história.

Apesar dos japoneses serem grandes consumidores de diversos tipos de chá, sempre existe os que não dispensam um bom café, sendo que alguns poucos são produzidos na ilha de Ogassawara, a cerca de mil quilômetros ao sul de Tóquio

Leia o restante desse texto »