Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

The Economist e Seus Artigos Sobre o Brasil

24 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

The Economist é considerada uma das revistas mais influentes no mundo, pela qualidade dos seus artigos, sendo ligada à consagrada London School of Economics. Tem publicado muitos artigos sobre o Brasil, talvez por considerar um dos países do grupo BRICS de dimensões apreciáveis, com grande potencial. Até porque até hoje o seu crescimento foi modesto quando comparado com a China e a Índia, também participantes deste grupo, e vem conquistando boas condições para um desenvolvimento sustentável, mesmo com seus problemas que são usuais nas economias emergentes.

Na edição desta quinta-feira, publica novamente alguns artigos que merecem a atenção de todos. Um se refere ao declínio do desmatamento na Amazônia, que comparado com 2004 reduziu-se a cerca de um quarto, mesmo considerando a seca que assola a região. Mesmo que ecologistas e a opinião pública brasileira ainda considerem que o esforço é insuficiente, analistas internacionais ponderados pensam que o país vem adotando medidas relevantes. Principalmente quando comparado com a devastação provocada no passado pelos países considerados hoje desenvolvidos, que relutam em arcar com os custos da manutenção das reservas florestais.

Capa do The Economist - O Brasil Decola Capa do The Economist - Negócios e Finanças no Brasil Queimadas na Amazônia copy

Capas do The Economist sobre o Brasil e foto de queimada na Amazônia, que ilustra a matéria sobre o desmatamento na região

Leia o restante desse texto »


Considerações de um Americano sobre a China

24 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Um artigo interessante de Thomas L. Frieman, colunista e escritor do The New York Times, foi publicado hoje no O Estado de S.Paulo com o título “Inevitáveis comparações entre EUA e China”. Ele foi convidado a participar da reunião do Fórum Econômico Mundial em Tianjin, recentemente realizado. Começa pela descrição de uma paródia apresentada na CCTV comparando uma criança norte-americana obesa, uma chinesa, uma indiana e uma brasileira numa corrida, onde a norte-americana fica para trás, pois comeu muito hambúrguer.

Ele informa que a comparação da China com os Estados Unidos começou quando tomou o trem em Beijing para Tianjin, numa distância de 120 quilômetros, que foi coberto em 25 minutos. E chegou a um monumental edifício construído em nove meses, que em Washington seria uma atração turística. Ele acha que só com uma moeda desvalorizada, mão de obra e capital suficientes e o autoritarismo chinês isto é possível.

Vista da cidade de Tianjin

Leia o restante desse texto »


Turismo de Estrangeiros em Beijing

24 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , ,

Hoje, a China está na moda e muitos turistas esperam poder conhecer aquele imenso país continental, mas o que só pode ser feito em etapas. A Folha de S.Paulo apresenta hoje um suplemento esforçado, com um enviado especial, Pedro Carrilho, notas do correspondente local, Fabiano Maisonnave, aproveitando algumas anotações da artista plástica Carla Caffé.

A tarefa de apresentar somente Beijing, a capital, já é hercúlea, pois todas as dimensões chinesas apresentam poucos paralelos no ocidente. Existem pontos imperdíveis que não foram explorados no suplemento, como a Cidade Proibida e a Muralha da China, que podem ser visitadas com um mínimo de esforço. Como ressaltado no suplemento, Beijing, como toda a China, continua num rápido processo de mudanças difíceis de serem captadas numa só visita.

Galeria da Suprema Harmonia, na Cidade Proibida Muralha da China

Leia o restante desse texto »


Repetição das Eleições e Sua Importância

23 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Em que pesem os descréditos dos políticos, a repetição regular das eleições é a pedra fundamental dos regimes democráticos. E trazem benefícios indiretos, como este imperdível suplemento de 22 de setembro da Folha de S.Paulo, “Pelo País – o que esperam os brasileiros”. Além de trazer um balanço do que ocorreu recentemente no Brasil, detecta, de forma geral, os principais problemas na opinião dos eleitores, o que parece mais importante que todas as campanhas desenvolvidas pelos muitos candidatos.

No levantamento similar feito em 2003, os brasileiros de todas as regiões apontavam que os principais problemas eram de desemprego e fome. Hoje, apresentam saúde e segurança, mostrando uma profunda mudança ocorrida nos últimos anos. Como é natural num processo de desenvolvimento, resolvidos alguns problemas, outros passam a ganhar importância, e espera-se que os novos eleitos ajudem a resolver estas questões, para que daqui a alguns anos novos estejam nas aspirações da população.

BrasilMap

Leia o restante desse texto »


Ichi-go, Ichi-e: Momento Único do Encontro de Uma Vida

23 de setembro de 2010
Por: Naomi Doy | Seção: Depoimentos | Tags: , , | 10 Comentários »

ichigo Aglutinando ideogramas diferentes, a língua japonesa tem a peculiaridade de construir frases sintéticas densas, com profundo sentido inerente à cultura e ao espírito japonês. Como a expressão “ichi-go, ichi-e”, que transmite um ideal estético ligado aos conceitos zen-budistas e à consciência da transitoriedade das coisas. Literalmente significando “um momento, um encontro”, sua conotação, porém, tem nuances e implicações que transcendem explicações ou traduções.

Regidos por estações de ano bem definidas em que a natureza cambiante faz o mundo flutuar numa constante mutação de temperatura, sons, cores, aromas e gostos, os japoneses tentam se apegar ao efêmero, procurando usufruir ao máximo o que cada estação oferece ao tato, aos olhos e ouvidos, ao olfato e paladar. Ichi-go, ichi-e traz à consciência a proposição de viver ao máximo cada dia, hora, minuto e segundo. Fazer de cada momento um encontro único para ser vivido bem e intensamente.

Leia o restante desse texto »


Curiosidades na Internet com Asiacomentada.com.br

23 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Com a experiência acumulada ao longo de alguns meses de operação deste Asiacomentada.com.br, podemos constatar que recebemos visitas das mais curiosas de todo o mundo, e agradecemos a todos, por mais variados que sejam os comentários. Uns poucos são spams que o sistema separa imediatamente, mas examinamos cada um deles, pois alguns não o são, mas os computadores não conseguem distingui-los perfeitamente.

Recebemos, por exemplo, um em russo, que o sistema que dispomos não conseguiu traduzir, pois é preciso que sejam soletrados na forma que haja possibilidade de traduzi-lo eletronicamente. É uma pena, pois parece que se tratava de considerações dignas de serem observadas. Muitos chegam em outros idiomas, além do português original.

Notamos que muitos estudantes, utilizando o Google com palavras chaves, acabam tomando conhecimento de textos que podem ser utilizados nos seus trabalhos escolares, o que nos dá muitas alegrias, se pudermos ser úteis em alguns esclarecimentos. Como os textos figuram no sistema Google, que considera o site relevante, muitas visitas decorrem de sua utilização, com a tradução possível, quando são internautas que utilizam outros idiomas.

Com sistema que usamos, podemos fazer um acompanhamento das visitas, inclusive os textos mais acessados, bem como o tempo em que os internautas ficam ligados, o que nos permite agradecer a todos, pois as metas que buscávamos, sem maiores divulgações, já foram alcançados em um ano de atividade. Também podemos saber quais os textos postados atendem os interesses dos visitantes, muitos habituais, e procuramos nos ajustar a esta demanda.

Estamos estudando inovações, pois analistas respeitáveis e profissionais consideram que ocupamos um espaço importante, quando o intercâmbio entre a América do Sul com a Ásia está se intensificando, mesmo com um lamentável desconhecimento recíproco.

Mal começamos contribuir para preencher uma lacuna que parece existir e temos um grande trabalho pela frente. Agradecemos pelos comentários recebidos, que acrescentam informações e são relevantes para complementar nosso trabalho.

Para aqueles que desejarem se aprofundar no estudo de alguns temas que abordamos, solicitamos nos consultar, pois podemos indicar fontes que podem proporcionar conhecimentos que não postamos, pois pela sua natureza são textos rápidos. Até as fontes bibliográficas e acadêmicas podem ser solicitadas. Pedimos escusas por eventuais incorreções, decorrentes da pressa com que procuramos postar algumas informações, que são inéditas até nos grandes órgãos de comunicação social.


Complexas Questões Cambiais e Seus Efeitos

22 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Ninguém duvida que o câmbio tenha um forte efeito sobre os fluxos de comércio, e o senso comum é que a moeda chinesa está fortemente desvalorizada provocando o aumento de suas exportações, desequilibrando o comércio mundial. Mas um oportuno artigo da jornalista Marta Watanabe, publicada ontem no Valor Econômico, mostra que, no mínimo na comparação do primeiro semestre deste ano com relação ao mesmo período do ano passado, o euro desvalorizou 13% a mais que o dólar norte-americano, que também está com o seu valor em queda.

Num outro artigo no mesmo jornal, o jornalista Assis Moreira informa que o câmbio torna medidas antidumping contra a China ineficaz, com base nas informações da professora Vera Thorstensen, atualmente na Fundação Getúlio Vargas, mostrando que a confusão é bastante generalizada.

dinheiro

Leia o restante desse texto »


Brasil Participação de Feira de Orgânicos no Japão

21 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

O mercado de produtos orgânicos se encontra em grande expansão tanto no Brasil como no exterior. Mais de 70 produtores brasileiros se organizaram no chamado projeto Organics Brasil para participar de feiras internacionais, apresentando produtos cosméticos, açúcar e aguardentes de cana, como no Biofach que se realiza nesta semana em Tóquio. O mercado asiático aparenta ser promissor para estes tipos de produtos.

Os cosméticos já são conhecidos no Japão, principalmente os que utilizam matérias-primas amazônicas, que possuem uma boa imagem naquele mercado. Outros produtos, como confecções de algodão também parecem promissores. Como os produtores brasileiros ainda são de dimensão limitada, procuram se associar de forma a participar destas feiras internacionais, que sempre apresentam custos consideráveis, além de exigirem um mínimo de experiência.

header_11

organics

Leia o restante desse texto »


Mulheres na Associação dos Países do Sudeste Asiático

20 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , ,

Muitos continuam pensando que as mulheres desempenham um papel secundário na Ásia, quando já conquistaram posições avançadas tanto na política, economia como nas empresas. Ainda assim, continuam lutando como na recente reunião da APEC – Associação dos Países do Sudeste Asiático – Women Leaders Networking, realizada em Tokyo, como noticiado no Japan Times.

Países como a Índia, as Filipinas e a Nova Zelândia tiveram primeiras-ministras, e continuam contando com muitas representantes femininas nos seus legislativos. Ainda assim, acham que continua havendo uma parede para a igualdade com os homens, tanto na política como na economia.

Corazón Aquino U1502709

Leia o restante desse texto »


NBER Oficializa o Fim da Recessão dos Estados Unidos

20 de setembro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , ,

A imprensa econômica noticia com satisfação, em muitos lugares do mundo, o novo relatório do NBER – National Bureau of Economic Research, uma organização não governamental que faz uma cuidadosa e complexa análise dos processos de recessão nos Estados Unidos. Utilizando dados definitivos que demoram a ser publicados, este organismo anuncia que a recessão que começou em dezembro de 2007 terminou oficialmente em junho de 2009, tendo sido uma das mais longas observadas depois da Segunda Guerra Mundial.

Ainda assim, o emprego ainda não voltou aos níveis anteriores naquela economia, devendo demorar bastante para que isto ocorra, e qualquer queda nos próximos meses será uma nova recessão, não se ligando à anterior.

mapa_dos_eua

Leia o restante desse texto »