Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Cultura Humanitária Globalizada da França

1 de julho de 2011
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura, Editoriais, webtown | Tags: , , , ,

Apesar das culturas asiáticas serem de muitos milênios em diversos países, como na China e na Índia, o mundo ocidental conheceu mais profundamente somente o que vai até o Oriente Médio, como a Mesopotâmia (hoje Iraque), a Pérsia (hoje Irã) e o Egito. Isto apesar de que os chineses tenham negociado com os fenícios usando a Rota da Seda. Só perto do século XIII, Marco Polo e os comerciantes venezianos organizaram informações sobre a China e a Ásia Central e seus povos, interessados na comercialização de seus produtos ainda considerados exóticos na Europa.

No Ocidente, a França tem historicamente a fama de alimentar maior preocupações humanística, com conhecimentos de culturas que não sejam de origem europeia. Com a inauguração do Museu do Braniy (Musée du Quai Braniy) há cinco anos, consolidou-se a preocupação com o diálogo com outras culturas, de forma inteligente e institucional, contando com o suporte do setor privado.

imagesCAPRFPXKimagesCA2KQ4S6Musee_du_quai_Branly-hd-8

Leia o restante desse texto »


Economia de Energia

5 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , , ,

Contar com energia e água abundantes e baratas pode parecer uma grande vantagem, mas também traz os seus inconvenientes. O sistema de preços, apesar de todas as suas precariedades, proporciona importantes indicadores, que condicionam os hábitos da população.

Na Ásia, como regra geral, tanto a energia quanto a água são escassas e seus preços acabam sendo exorbitantes, quando comparados com os sul-americanos, sempre existindo exceções. Isto acaba induzindo ao desenvolvimento de tecnologias que economizam estes fatores, sendo que a energia fica mais evidente.

Leia o restante desse texto »


Efeito das Estações do Ano

5 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , ,

quadro

Todos sabem que as estações do ano são bastante nítidas na maioria dos países das zonas temperadas, que predominam na Ásia, enquanto nos trópicos, onde se situa a maior parte da América do Sul, elas não são muito diferenciadas, havendo no máximo a estação das chuvas e dos períodos mais secos.

Elas acabam influenciando todos os aspectos da vida animal, principalmente dos seres humanos que possuem uma maior capacidade de aproveitar estas diferenças. Começa na cultura, cujas atividades acabam se relacionando com estas mudanças, para influenciar nos hábitos alimentares, nas vestimentas, nos esportes e todos os condicionantes da vida.

Leia o restante desse texto »


Acordos de Livre Comércio

1 de fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Intercâmbios | Tags: , , ,

Com o fracasso da Rodada de Doha, um grande número de países está procurando formas bilaterais de incrementar o comércio externo, como os FTA – Acordos de Livre Comércio e EPA – Acordos de Parceria Econômica. O Brasil se mantém numa posição conservadora, enquanto os asiáticos estão se aproximando de amplas comunidades econômicas.

Vai se realizar na próxima sexta-feira, em Tóquio, a reunião de 16 países que incluem o Japão, a China, a Coreia do Sul, a Austrália, a Nova Zelândia e os países do ASEAN – países do Sudeste Asiático, visando prosseguir com medidas concretas neste sentido, noticia o jornal Nikkei, o maior jornal econômico do mundo, com cerca de 10 milhões de exemplares diários (matutino e vespertino).

Leia o restante desse texto »


Notícias Recentes da Ásia

23 de janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , , , , ,

Ainda que estas projeções tenham que ser consideradas com certa reserva, o Time da Índia publicou que a PricewaterhouseCooper anunciou que em 2012, portanto, daqui a dois anos, a economia da Índia, em termos de poder de paridade de compra, será a terceira do mundo, ultrapassando a do Japão.

A Universidade de Keio formou um consórcio de empresas, incluindo a Mitsubishi Motors e a Isuzu Motor, para produzir um carro movido com bateria elétrica, que ande 300 km com uma carga. O protótipo estará pronto em meados deste ano e, em 2013, a produção será de 100.000 veículos, com o custo equivalente a um carro a gasolina.

Um consórcio da Toyota com a Panasonic terá capacidade para produzir 300.000 baterias elétricas para mover automóveis híbridos até o final do deste ano.

A Coreia do Sul prorroga o sistema de horário flexível de trabalho, que pode ser reduzido a até 12 horas semanais, ou aumentado a até 52 horas.


Religiões na Ásia

22 de janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , , , , , | 53 Comentários »

Se existe uma região onde muitas religiões convivem simultaneamente é na Ásia. Apesar de haver uma noção de que o budismo predomina, pois é uma religião que convive com outras, como o xintoísmo, o taoísmo, o confucionismo, o cristianismo protestante ou católico, diversos ramos do hinduísmo, muçulmanos etc., é difícil afirmar qual é a predominante em cada localidade.

Isto acontece na China e no Japão. E na Coreia, apesar da influência de outras religiões, tudo indica que o cristianismo ganhou muitos adeptos.

Leia o restante desse texto »


Aprendendo com a Ásia Sobre Enchentes

21 de janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , , | 1 Comentário »

A contínua repetição das enchentes, a cada dia de chuva, acaba saturando a paciência da população, exigindo soluções mais radicais, pois é um fenômeno que já é conhecido há milênios na Ásia, e soluções adequadas já foram implementadas.

Todos sabem que as regiões afetadas pelos tufões (e a palavra deriva do Tai Fu que é chinesa) sofrem chuvas violentas, como o que ocorreu há alguns anos em New Orleans, nos Estados Unidos.

Leia o restante desse texto »


Problema do Lixo na Ásia

18 de janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Tecnologia | Tags: , , , | 2 Comentários »

O problema do lixo é um que afeta os países emergentes, mas afigura-se mais grave nas regiões desenvolvidas, onde o custo de sua eliminação é mais alto. Mas existem soluções que estão sendo adotadas em muitas localidades, com as quais precisamos nos espelhar. É evidente que existem encargos, mas as soluções técnicas já estão disponíveis, exigindo definições políticas.

Em Tóquio, desde os anos sessenta do século passado, a coleta dos lixos é seletiva, e toda a população separa, em suas residências, os diversos tipos recicláveis dos orgânicos. Fui ver uma usina de lixo num dos bairros da cidade e era mais limpa que muitos dos melhores hospitais de São Paulo.

Leia o restante desse texto »


Notícias Sobre a Ásia

18 de janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , ,

Todos que acompanham a imprensa nacional e internacional constatam que as notícias sobre a Ásia, notadamente da China, aumentam sensivelmente. Um bom exemplo é o suplemento da Folha de S.Paulo, que traduz alguns artigos publicados no The New York Times, como de hoje. Roger Cohen escreveu sobre O experimento chinês, registrando o que está vendo em Beijing. Sharon LaFraniere, com Cientistas chineses sentem apelo do lar, escreve sobre a história do biólogo molecular Shi Yigong que rejeitou uma verba de US$ 10 milhões em Princeton. No artigo Ásia busca vantagens no Vale do Silício, Ashilee Vance mostra alguns casos de empresas asiáticas conseguindo retorno dos investimentos efetuados. E assim, por diante.

Leia o restante desse texto »


Comércio Entre a Ásia e a América Latina

8 de janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Intercâmbios | Tags: , , , , , , , ,

Todos percebem que o comércio entre a Ásia e a América Latina (excluindo o México que faz parte da Nafta) tem aumentando rapidamente. Ainda não se dispõe dos dados de 2009, mas segundo as estatísticas da Organização Internacional do Comércio, nos cinco anos entre 2004 a 2008, a taxa média das importações latino- americanas da Ásia cresceram, em média mais de 43% ao ano. É um crescimento assustador, totalmente fora dos padrões usuais. As exportações também cresceram bastante, mais ao nível de 30% ao ano, que não é uma cifra desprezível, mas deixou um déficit de cerca de US$ 20 bilhões em 2008 para a América Latina.

grafico 1

Leia o restante desse texto »