Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Economia da Índia no The Economist

5 de outubro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , , ,

O jornal The Times of India publicou uma matéria com o título “A Índia logo começará a ultrapassar a China: Economist”, que dá um sentido dúbio. Verificando os artigos originais, constata-se que The Economist chamou a atenção sobre alguns fatores que ajudam a Índia a ter uma taxa de crescimento maior que a chinesa no futuro, que em 2010 deve crescer 8,5% ao ano.

Chama a atenção para o “dividendo demográfico”, pois a população hindu continua crescendo e sua estrutura demográfica é mais jovem que a chinesa. Para a democracia indiana que, segundo o The Economist, deve favorecer a sua economia. Para o seu setor privado que é mais vigoroso que o setor público. O seu capitalismo é formado por milhões de empresários. E a Índia vem executando reformas econômicas importantes. Mas também comenta a confusão que está sendo os atuais Jogos da Commonwealth sediada pela Índia, que envolve 72 nações, além de todas as dificuldades daquele país.

mapa-da-india

Leia o restante desse texto »


Brasil na Expo Xangai 2010

3 de junho de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , , ,

É verdade que o Brasil se esforçou levando autoridades, jornalistas e empresários a Xangai e contou com o forte suporte da Vale, a nossa maior exportadora para a China. Os jornais brasileiros destacaram o evento, mas para as dimensões chinesas os eventos não foram suficientes para despertar uma maior atenção, que merecessem manchetes na imprensa local ou internacional, causando um impacto apreciável.

A presença de empresários chineses interessados no Brasil superou as modestas expectativas dos organizadores e a visita dos brasileiros sempre é proveitosa, devendo provocar efeitos, principalmente para conhecimento do que ocorre naquela economia. Uma Expo 2010 é um evento para atrair visitantes locais, não se destinando a finalidades de intercâmbio econômico e comercial, como já reconhecido oficialmente pela diplomacia brasileira. Tanto que a participação brasileira acabou sendo patrocinada pelo setor privado.

4441_pavilha£o02 4443_pavilha£o04 4444_pavilha£o05

Alguns salões do Pavilhão Brasileiro na Expo Xangai 2010

Leia o restante desse texto »


Preocupações Com os Recursos Humanos

17 de Março de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais | Tags: , ,

Sempre existem as honrosas exceções, mas observando os melhores recursos humanos, os empresários mais ativos e as lideranças políticas da América do Sul e da Ásia não é possível deixar de se preocupar com o que está acontecendo.

As generalizações são sempre perigosas, mas parece que muitos dos melhores estudantes sul-americanos que efetuam bons cursos de pós-graduação no exterior acabam sem condições de desenvolver no seu país de origem todas as suas potencialidades. Muitos acabam trabalhando em instituições de ensino e pesquisa no exterior, fenômeno que está se reduzindo na Ásia.

Leia o restante desse texto »


Poupança: Uma Questão de Cultura

4 de Fevereiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Cultura | Tags: , , , , ,

Muitos se espantam com as elevadas taxas de poupança dos asiáticos, questionando porque os sul-americanos não seguem o mesmo comportamento. Devem existir diversas razões, e algumas podem ser sugeridas.

Todos devem se lembrar das famosas fábulas de La Fontaine, entre elas “A cigarra e a formiga”. Muitos países asiáticos possuem um rigoroso inverno e quem não poupar durante o resto do ano corre um risco alto de passar por necessidades.

Leia o restante desse texto »


Otimismo dos Empresários

26 de Janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Empresas | Tags: , , ,

Evidentemente, os índices de otimismo dos empresários industriais são somente um dos indicadores a serem considerados para a avaliação de uma economia. Mas, na medida em que a série mensal da CNI já vem sendo divulgada há 12 anos, ter atingido um recorde de 68,7, mostra uma tendência que deve ser levada em conta.

Principalmente porque é acompanhada pelo sentimento de muitos empresários asiáticos sobre a economia brasileira, que tomam iniciativas concretas para prospectar este mercado. Missões continuam sendo enviadas para o país, para verificar in loco, o que acontece, e quais as oportunidades que se apresentam.

Leia o restante desse texto »


Capitães Asiáticos da Indústria

25 de Janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Empresas | Tags: , , , , , | 2 Comentários »

Em qualquer economia, um fator fundamental para promover o desenvolvimento são os grandes empresários, que costumam ser chamados de “capitães de indústria”. No Japão, um se destacou como grande amigo do Brasil e foi primordial para o estabelecimento de um intercâmbio bilateral vigoroso. Chamava-se Toshiwo Doko e quando faleceu tinha a condecoração máxima de 27 países, inclusive o Cruzeiro do Sul no grau mais elevado.

Apesar de sua grande importância, era um homem simples, mas excepcional, com um comportamento pessoal que despertava a mais merecida admiração de todos que tiveram o privilégio de conviver com esta personalidade. Escovava o chão de sua casa e não permitia que o motorista o apanhasse quando ia trabalhar aos sábados, utilizando o metrô.

Leia o restante desse texto »


Novas Lideranças Empresariais Japonesas

25 de Janeiro de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Notícias | Tags: , , ,

Novos nomes de empresários japoneses começam a despontar no cenário internacional. Entre eles, o novo presidente designado do Keidanren, Hisamasu Yonekura, que ocupava a presidência da Sumitomo Chemical, um gigante petroquímico japonês. Outro é o novo presidente da JAL, Naoyuki Morita, que assumirá nos primeiros dias de fevereiro. Ele veio da Kyocera, a grande estrela comandada pelo já reconhecido Kazuo Inamori, que criou este conglomerado baseado na cerâmica fina, e é um dos atuais “capitães de indústria” japonesa.

Leia o restante desse texto »