Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Soja Brasileira Nesta Safra e Expectativas Futuras

11 de Maio de 2017
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

Quando o mercado atual de soja já estava interessante no Brasil, os chineses estavam reduzindo as suas tarifas de importação entusiasmando mais os produtos nacionais, apesar de suas dificuldades para o escoamento da safra e do câmbio valorizado. No entanto, existem riscos crescentes da ocorrência do El Niño que podem complicar as condições climáticas para a próxima safra.

image

image

Gráficos constantes dos artigos publicados no Valor Econômico

Estamos em plena época de colheita e escoamento das safras agrícolas de 2016/2017 com resultados animadores e as reduções das tarifas de importação de soja da China aumentam a euforia dos produtores rurais brasileiros de forma até perigosa, pois aquele país é o que importa mais este produto brasileiro. As vendas de equipamentos agrícolas nas feiras como a de Ribeirão Preto mostraram o entusiasmo deste setor, criando uma expectativa até exagerada com relação à safra 2017/2018, pois os dados das temperaturas nas correntes marítimas do Pacífico estão aumentando os riscos da ocorrência de irregularidades climáticas, como o El Niño, ainda que eles sejam prematuros.

image

Dados climáticos selecionados pela NASA dos Estados Unidos

Se ocorrerem secas acentuadas neste ano, até o abastecimento interno de produtos como os destinados a produção de rações podem apresentar riscos elevados, gerando a necessidade das autoridades manterem o mínimo de reservas destes produtos nos silos. As rações são destinadas às diversas atividades de produção de proteínas animais no Brasil, como a avicultura, suinocultura, produções de carnes bovinas e até produção de peixes cultivados, tanto para abastecimento interno como exportações.

No momento, os preços internacionais estão melhorando com a redução dos impostos de importação da soja por parte da China, ainda que os Estados Unidos também tenham produções para a exportação, notadamente para os países asiáticos.

Se as tendências atuais de aquecimento no globo não continuarem criando as condições propícias para a ocorrência do El Niño, pode ser que as chuvas no Brasil continuem regulares. Mas, na ocorrência deste fenômeno, a possibilidade de irregularidades das chuvas nas regiões brasileiras mais intensas para a produção da soja e milho poderão sofrer limitações.

O setor agropecuário brasileiro vem sendo importante na manutenção de uma boa performance da economia brasileira, contribuindo tanto para as agroindústrias como todos os serviços relacionados com o agrobusiness. O atual câmbio valorizado já preocupa os produtores rurais, que também estão sofrendo tendências de elevação dos juros para o crédito rural.

Espera-se que as autoridades brasileiras, mesmo com todas as limitações a que estão sujeitas no momento, sejam sensíveis para a manutenção da competitividade do setor rural, fundamental para a criação de empregos e manutenção do crescimento da economia.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: