Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Japão Sinaliza Mudança de Política Com Emergentes

9 de Maio de 2010
Por: Paulo Yokota | Seção: Intercâmbios | Tags: , ,

Segundo o jornal econômico Nikkei, da última sexta-feira, o governo japonês por intermédio do Ministro Masayuki Naoshima, do METI – Ministério de Economia, Indústria e Comércio Exterior, anuncia uma mudança agressiva no seu apoio aos projetos de infraestrutura nos países emergentes. Envolvem assistência técnica, ajuda nos estudos de viabilidade econômica e financiamentos para ferrovias de transporte de cargas, como no caso da Índia.

Numa gigantesca operação liderada pela Toshiba, Mitsubishi Heavy Industries e Hitachi resolveram apoiar o projeto de um importante corredor de Delhi a Mombai, colaborando na melhoria da infraestrutura envolvendo 24 cidades neste eixo. Isto se efetivou depois da visita do primeiro-ministro japonês Yukio Hatoyama àquele país emergente, a Índia.

Com isto, o Japão volta a comportar-se como outros países asiáticos concorrentes, proporcionando retaguarda oficial para uma ampla ação do seu setor privado, de forma a possibilitar a disputa de projetos de infraestrutura.

asia_01

Este tipo de assistência governamental vigorou durante o período em que aquele país ficou conhecido como “Japan Inc.”. Tudo indica que as recentes perdas de grandes projetos para concorrentes, como os coreanos, induziu a novas mudanças de política, que abrem possibilidades para países emergentes, como o Brasil.

Uma carência dos emergentes costuma ser a elaboração detalhada de estudos de engenharia e viabilidade econômica, de forma sistêmica, que permita a avaliação de um conjunto de projetos. Bons projetos, assim detalhados, costumam encontrar investidores e financiadores, como já ocorreu no passado.

Seria interessante que o Brasil volte a promover intercâmbios dos seus dirigentes máximos com os japoneses, pois muitos projetos importantes de infraestruturas vitais para o desenvolvimento do país poderiam ser colocados em pauta. Há um clima propício, e isto estimularia outros países a concorrerem em tais projetos, dentro de uma nova realidade, posterior a recente crise mundial: a volta da importância do suporte governamental.



Deixe aqui seu comentário

  • Seu nome (obrigatório):
  • Seu email (não será publicado) (obrigatório):
  • Seu site (se tiver):
  • Escreva seu comentário aqui: