Tentando aproximar a Ásia da América do Sul e vice-versa

Aproveitando o que o Brasil tem de Melhor

1 de junho de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , ,

A competição econômica mundial está cada vez mais acirrada hoje e não podemos continuar a perder as vantagens que já tínhamos. Começou com o café, onde possuíamos quantidade, mas não aperfeiçoamos sua qualidade, salvo raras exceções. O mesmo ocorreu com muitos produtos originários do Brasil, como o cacau e a borracha, onde outros produtores no mundo passaram a ser mais importantes. No pão de queijo, muito popular na Ásia, a mandioca é fornecida pela Tailândia e o queijo pela Austrália e o Brasil ficou somente com o nome, nada faturando.

clip_image002Agora a tapioca vem ganhando importância, principalmente no Japão, mas não estamos participando do seu aproveitamento. Um artigo publicado no jornal Japan Today informa que a tapioca está sendo consumida de diversas formas, por exemplo, combinada com o chá, além de poder ser usada com o leite.

A tapioca está sendo consumida no Japão combinada com muitas bebidas, mas o Brasil não está aproveitando este mercado. Anúncio constante no artigo publicado no site do Japan Today, que vale a pena ser lido na sua íntegra

Leia o restante desse texto »


Márcia Castro Professora Brasileira em Harvard

30 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias, Saúde | Tags: , ,

clip_image002A carioca Márcia Castro formou-se em Estatística no Rio de Janeiro, obteve em Princeton um Ph.D com distinção e hoje leciona na Universidade de Harvard como professora titular, pesquisando sobre a malária e doenças transmitidas por mosquitos na Amazônia. Deu entrevista a Ricardo Lessa, publicada no suplemento Eu & Fim de Semana, do jornal Valor Econômico, falando sobre a atual crise brasileira.

Professora Márcia Castro de Harvard, que deu entrevista para Eu & Fim de , do Valor Econômico, que vale a pena ser lida na íntegra

Leia o restante desse texto »


Relevância da OMS e da Cooperação Internacional

28 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política, Saúde | Tags: , ,

Ainda que alguns poucos não reconheçam adequadamente, a Organização Mundial de Saúde conta com um diretor geral africano de grande importância internacional, Tedros Adhanom imageGhebreyesus. Um diretor do Programa de Emergência sueco, Mike Ryan, e a indiana Sounya Swanminath, cientista chefe e diretora executiva, entre muitos outros especialistas de elevada qualificação.

Soumya Swaminathan, a indiana cientista-chefe e diretora executiva da OMS, em foto constante do artigo publicado no site do Estadão, que vale a pena ser lido na sua íntegra

Leia o restante desse texto »


Especulações Sobre Após a Crise Atual

22 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , , ,

Na atual situação difícil em todo o mundo, são poucas as noticias mais alvissareiras, restando no máximo algumas especulações sobre o que se modificará para o futuro, com alguns aspectos positivos e outros preocupantes. Ishaan Tharoor publicou um artigo no The clip_image002Washington Post que, traduzido para o português, foi reproduzido no Estadão, depois de superada a fase mais aguda da atual crise. Ele procurou colher observações de muitos especialistas de diversas áreas, urbanistas, economistas e historiadores.

Wall Street onde se situa a Bolsa de Nova York

Leia o restante desse texto »


A China Anuncia Novo Plano “Marcha Para o seu Oeste”

20 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Editoriais e Notícias | Tags: , , ,

Um artigo publicado por Frank Tang no South China Morning Post informa sobre o novo planejamento do governo da China que, para superar as dificuldades atuais, promove um desenvolvimento do Oeste do país, na direção da Nova Rota da Seda. Os atritos com os Estados Unidos e as dificuldades de redução do processo de globalização, o crescimento que vinha se observando naquele país reduziu-se substancialmente e a China procura um novo impulso que seria provocado por um ousado plano de desenvolvimento do seu Oeste, que, mesmo com menor intensidade populacional, conta com importantes recursos energéticos.

Quando o país era comandado por Mao Zedong havia uma intenção semelhante, mas quando Deng Xiaoping o sucedeu acabou-se acelerando o desenvolvimento do Leste mais avançado e próximo aos portos, aproveitando as oportunidades da globalização e das exportações. Com a mudança recente da economia mundial, o governo daquele país retoma um agressivo plano para o desenvolvimento do seu Oeste, no rumo da Nova Rota da Seda.

clip_image002

Mapa atual da China, com o Leste desenvolvido, e agora se volta para o desenvolvimento do Oeste, no rumo da Nova Rota da Seda

Leia o restante desse texto »


Riscos de Subavaliação dos Adversários

15 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política | Tags: , , ,

Muitos brasileiros entendem que o presidente Jair Bolsonaro seja um político modesto para o cargo que ocupa. Mas ele consegue se manter no poder, contando com o suporte de muitos correligionários e obtém o apoio do bloco político chamado Centrão para contar com o número de parlamentares que impedem qualquer processo mais drástico contra ele. Mesmo que existam muitas suspeitas que seus familiares e amigos estejam envolvidos em questões duvidosas, ainda não se conseguiu envolvê-lo nas iniciativas diretas na sua intervenção na Polícia Federal, notadamente na sua Superintendência no Rio de Janeiro, base política de sua clip_image002família. Ainda que conte com parte importante da imprensa que não lhe é simpática, ele usa abertamente os recursos governamentais para contar com o apoio de muitos outros organismos dos meios de comunicação social.

Presidente Jair Bolsonaro fala à imprensa no Palácio da Alvorada

Leia o restante desse texto »


Seria Espirituoso se Não Fosse Trágico

9 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política, Saúde | Tags: , , , | 10 Comentários »

O presidente Jair Bolsonaro fala intempestivamente, sem pensar de forma adequada sobre ideias que lhe vêm à cabeça. Depois, alertado pelos seus auxiliares sobre possíveis repecurções negativas de seus pronunciamentos junto ao público, muda frequentemente o anunciado sem nenhuma cerimônia. Se isto ocorresse em períodos normais, seria um evento que não mereceria nenhum destaque. Mas quando muitos brasileiros estão morrendo pela ação tardia do governo no combate à pantomia do coronavírus, agravando a já difícil situação da economia brasileira, que atinge mais agudamente a população menos privilegiada, isto se torna trágico. Principalmente quando existe uma grande discussão de que muitas notícias divulgadas com distorção pelo que se passou a chamar de fake news, cujos autores nem sempre são facilmente identificáveis, mas suspeita-se que em grande parte são de partidários clip_image001e de seus familiares. O presidente admite que esta notícia seja um fake de sua responsabilidade.

O presidente fala com seus colegionários usualmente e informou que realizaria um churrasco neste sábado. Foto constante do artigo no site da revista Isto É, que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »


É Sempre Mais Fácil Falar do que Fazer

8 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Saúde | Tags: , , , ,

Quando ajudávamos a lecionar Planejamento Econômico na FEA – USP – Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo, inspirado nas iniciativas em voga nas Nações Unidas, recomendava-se que uma das tarefas prioritárias fosse chegar a um diagnóstico o melhor possível da situação em que estávamos. Avaliava-se com o que se contava como os recursos humanos e econômicos para enfrentar as principais dificuldades a serem superadas. Depois se podiam estabelecer os objetivos, selecionar os instrumentos a serem utilizados pelo governo e escolher a estratégia de como atingi-los com a eficiência mais elevada possível. Tivemos oportunidade de usar parte destas teorias quando participamos do governo brasileiro.

No momento atual, enfrentamos muitos problemas simultaneamente com a carência de um diagnóstico adequado elaborado pelo atual governo. Dois exemplos críticos demonstram algumas razões da baixa eficiência da ação do governo, mesmo reconhecendo as múltiplas limitações naturais em situações complexas no Brasil e no mundo, que dificultam as atuações das autoridades. Sem nenhuma pretensão acadêmica ou arrogância, o primeiro seria naturalmente o do setor de saúde no Brasil atual e o segundo as condições para assistência mínima dos mais afetados da população brasileira com a atual crise econômica que enfrentamos.

clip_image002

Chocantes enterros coletivos das vítimas de coronavírus no Amazonas

Leia o restante desse texto »


Dificuldades Para Considerações Equilibradas

5 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Editoriais e Notícias, Política, Saúde | Tags: , , , | 2 Comentários »

Quando o Brasil e o mundo enfrentam problemas agudos e inesperados como os provocados atualmente pelo coronavírus, mesmo as posições adotadas pelos analistas ponderados e pela imprensa em geral tendem a ficar polarizadas entre poucas posições. Quando, na realidade, os problemas são sempre em graus diferentes de cinzentos, não sendo necessariamente nem clip_image002branco ou preto. No caso brasileiro, onde o governo Jair Bolsonaro apresenta muitos problemas nas suas atuações, parte da população acaba ficando radicalmente contra ou a favor, não ajudando muito nas soluções negociadas dentro dos limites do possível.

Uma das muitas manifestações públicas do presidente Jair Bolsonaro aos seus simpatizantes

Leia o restante desse texto »


Brasileiros Adaptando Suas Vidas à Atual Situação

2 de maio de 2020
Por: Paulo Yokota | Seção: Economia e Política, Saúde | Tags: , , | 4 Comentários »

Em muitos jornais, como num artigo de Adriana Fonseca publicado no Valor Econômico, multiplicam-se novas atividades que estão sendo praticadas pelas pessoas que não podem se comportar como no passado recente. Muitos são obrigados a trabalhar a distância ou ficam clip_image002isolados com seus familiares, procurando novas atividades que ocupem criativamente o tempo que dispõem em decorrência da redução dos tempos dos deslocamentos.

Adriana Ueno formou uma banda com seus filhos. Foto constante do artigo publicado no site do Valor Econômico, que vale a pena ser lido na íntegra

Leia o restante desse texto »